Argentina resgate galinhas H

Assim foi o resgate de dezenas de galinhas de dentro dos galpões na Argentina

Depois da crise e da recente quebra da empresa avícola Rasic Hermanos, os animais que estavam nos galpões da empresa ficaram por mais de um mês sem alimentos nem água, o site Minutouno (minutouno.com) conversou com os ativistas que entraram nas instalações e viram o inferno.

Por Gimena Luz Figueroa / Tradução de Flavia Luchetti

Argentina resgate galinhas

A falência da empresa avícola de Rasic Hermanos, Cresta Roja não só pôs em perigo postos de trabalho, mas milhares de animais que ficaram trancados nas piores condições, sem água e alimentos.

Após meses de crise e a perda de 3.200 postos de trabalho, a possível reativação da empresa somente será possível depois do acordo com uma das empresas do setor que se apresentou a Justiça para responsabilizar-se e colocá-la de volta em funcionamento.

Enquanto se disputava o futuro da empresa e os trabalhadores, em forma de protesto, cortavam a Autopista Riccheri, as galinhas – que abasteciam o negócio avícola de Cresta Roja – morriam amontoadas ou comiam-se entre elas. 

“O que vimos ali foi o próprio inferno. Galinhas agonizando, comendo-se entre elas ou o que restava de seus corpos. Lutando para poder beber o pouco da água que restava. Estressadas, assustadas, fracas, sem penas, desidratadas e feridas”, descreveu a minutouno.comFlorência González, ativista e integrante da organização pelos direitos dos animais Animal Libre.

Florência é uma das muitas ativistas que reagiu diante desta situação e foi ao local para evitar que ocorra – ou pelo menos que se reduza – o que já aconteceu com nove milhões de pintinhos que foram sacrificados por falta de alimento na granja de criação da empresa.

E foi assim que na última semana de dezembro dezenas de colaboradores, veterinários e advogados se aproximaram das instalações de Cresta Roja, localizada em Ezeiza, em Buenos Aires, e com autorização prévia entraram nos galpões onde estavam os animais. “No primeiro dia pudemos resgatar apenas 80 dos milhares que estavam lá. Testemunhamos o próprio horror mesmo, e fomos embora sabendo que a cada dia que passava tudo seria pior”, observou a jovem.

A juíza Valeria Pérez Casado, responsável por levar adiante o processo de falência da Rasic Hermanos, vai definir qual das cinco empresas poderá reativar a Cresta Roja, visto que de dentro tudo parece um inferno. 

As galinhas que puderam ser resgatadas agora estão sendo tratadas e reabilitadas. Florência disse que os animais agora estão em lares temporários ou definitivos,”onde poderão viver o que resta de suas vidas, livres, em paz e longe do sofrimento e da exploração”.

Argentina resgate galinhas2

Argentina resgate galinhas3

Argentina resgate galinhas4

Argentina resgate galinhas5

Argentina resgate galinhas6

Argentina resgate galinhas7

Argentina resgate galinhas8

Argentina resgate galinhas9

Argentina resgate galinhas10

Argentina resgate galinhas11

Fonte: Minutouno

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.