RS NaoMeToque associacao protecao paralisa2 H

Associação de Proteção aos Animais de Não-Me-Toque (RS) encerra atividades

Por Poliana Glienke

RS NaoMeToque associacao protecao paralisa2

Na tarde desta quarta-feira (06), a Associação de Proteção aos Animais de Não-Me-Toque encerrou suas atividades no município. A entidade, que há mais de 10 anos atuava na proteção e defesa de cães e gatos, encerrou os trabalhos devido à falta de investimento, apoio e principalmente a falta de lares temporários para abrigar os animais.

Segundo a secretária da Associação, Carla Stein, nos últimos meses a demanda de animais abandonados aumentou muito. “A Associação era privada, não era pública. Era formada por um grupo, em torno de 10 amigos, que se revezavam, para cuidar de forma voluntária desses animais abandonados na rua. Agora, esse número de animais aumentou muito e nós não temos condições de manter a entidade, e muito menos abrigar esses animais,” lamentou Stein.

O telefone de contato da Associação de Proteção aos Animais será desligado no final da tarde desta quarta-feira (06), às 18 horas. Interessados em adotar os animais que se encontram na casa de voluntários, podem entrar em contato através do telefone (54) 8413 0053.

Confira abaixo, a nota, na íntegra publicada na fanpage da Associação:

“É com muita tristeza e dor no coração que nós da Associação Não-me-toquense de Proteção e Defesa dos Animais anunciamos que estamos paralisando nossos trabalhos por tempo indeterminado. Como muitos sabem, somos em poucos integrantes, nosso trabalho é voluntário, não possuímos abrigo para os animais e não recebemos nenhuma verba pública. A Associação se mantêm de doações, tanto em dinheiro como de rações. E ainda, muitas vezes nós, voluntários, tiramos do próprio bolso para resolver algumas situações. As dificuldades que encontramos são: falta de voluntários, falta de lares temporários e principalmente a ajuda em geral. Não podemos atender tudo, tampouco abraçar o mundo e resolver todas às questões que chegam até nós sem a ajuda da sociedade. Cada dia que passa estão aumentando os casos de abandono e maus tratos em nossa cidade e não estamos conseguindo lares para todos os animais que recolhemos e damos o devido atendimento, tendo que, infelizmente, largar alguns novamente na rua. Só dizer que tem pena, dó, passar por um animal na rua e não fazer nada, não adianta. O que ajuda é colocar um potinho de água, um pouco de comida, ajudar no resgate, ajudar com lar temporário, etc. Se cada um ajudasse um pouco e fizesse sua parte nossa situação seria bem diferente.”

RS NaoMeToque associacao protecao paralisa

Fonte: 90.9 FM

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.