Ativistas protestam para que animais sejam sujeitos de direito em Quito, no Equador

Ativistas protestam para que animais sejam sujeitos de direito em Quito, no Equador

Amanhã, com um protesto, ativistas buscam que animais sejam incluídos na nova portaria. 

Por Karina Ochoa / Tradução de Marcela Palma

Equador quito protesto

O Conselho se reunirá amanhã para analisar a Portaria de Proteção de Direitos, que abrangerá dez grupos prioritários no Distrito, através de políticas públicas efetivas.

Através de uma enorme “twitada”, organizada por vários grupos de proteção animal, levaram a público que se pretende incluir animais de estimação neste projeto.

Michelle Pazmiño, de Samay, organização de proteção animal, indica que o objetivo é que os animais sejam reconhecidos como sujeitos de direito, o que permitiria uma proteção abrangente contra todos os tipos de violência.

“Vários estudos sobre violência têm mostrado que os agressores começam com maus-tratos a animais. Portanto, é necessário que se combata a violência desde sua raiz”, disse o ativista.

“Através da ‘hashtag’ #InclusiónAnimalUIO, as organizações estão convocando um protesto na Prefeitura, amanhã à tarde, com a participação de seus animais de estimação, para apoiar esta iniciativa visionária da cidade de Quito”, disse ele.

Mais informações:

Desde setembro de 2014, a Secretaria da Inclusão Municipal trabalha na elaboração da Portaria.

Mais que punir, o documento busca promover a educação e conscientização sobre a importância de uma vida responsável, que inclui a cidade, a natureza e os animais, disse Pazmiño.

Fonte: Metro Ecuador

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.