Ativistas buscam status de personalidade jurídica para animais na Índia

Ativistas buscam status de personalidade jurídica para animais na Índia

Ativistas dos direitos dos animais de todo o estado de Tamil Nadu, na Índia, organizaram um protesto no sábado, dia 9 de março, buscando o status de personalidade jurídica para todos os animais. Eles também conscientizaram contra a exploração de animais.

Mais de 30 ativistas pelos animais participaram do protesto. A sua principal exigência era proporcionar direitos de personalidade ao gado, em vez de tratá-lo como mera mercadoria.

Eles também instaram o governo a proibir a indústria animal no país.

Sangeetha, uma ativista animal, disse: “A indústria de laticínios em todo o país tem explorado amplamente o gado. A dependência dos animais para alimentação e vestuário, etc., deve ser evitada. Eles devem ser valorizados com status de personalidade.”

Amjor Chandran, co-organizador do Vegan India Movement, disse que o gado sempre foi desprezado. “Apesar de ter regulamentações para matadouros, a Índia é o principal exportador de carne bovina, laticínios e couro. O cruel é que a indústria leiteira nem acompanha o processo natural de gestação do gado. Segue-se à inseminação artificial.” Ele disse que várias pesquisas comprovaram o fato de que os humanos poderiam prosperar com vida baseada em plantas, em vez de carne ou outros subprodutos animais.

Mini Vasudevan, administrador da Humane Animal Society, disse que a indústria de laticínios é a mãe de toda a crueldade contra os animais.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: The Thimes Off India

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.