Ativistas celebram a proibição aos estilistas internacionais de venderem pele de répteis na Índia

Ativistas celebram a proibição aos estilistas internacionais de venderem pele de répteis na Índia
Bolsas Birkin da Hermès como esta, feita com pele de crocodilo, não poderão mais ser importadas para a Índia, graças a uma nova proibição comercial (Imagem: Timothy A. Clary/AFP/Getty Images)

Boas notícias para ativistas dos direitos dos animais (e para os animais), já que a Índia proibiu a importação de pele de répteis e algumas peles.

Após uma extensa campanha da PETA India, a Direção Geral de Comércio Exterior emendou as normas de comércio para que não seja mais permitida a importação de quaisquer peles de répteis.

A proibição também se estende para as peles de vison, chinchilas e raposas ‘inteiras, com ou sem a cabeça, cauda ou patas’. Outras peles são permitidas.

A proibição chega após muita pressão do grupo ativista PETA, que vem fazendo campanhas sobre esse assunto durante anos.

Filmagem secreta de crocodilos sendo mortos em uma fazenda de répteis no Vietnã (Imagem: YouTube/PETA)

No mês passado, a PETA divulgou imagens de bastidores chocantes de fazendas de répteis no Vietnã – duas das quais dizem fornecer para a companhia Louis Vuitton, de acordo com a PETA.

As imagens mostravam répteis presos em jaulas pequenas, antes de serem mortos de maneiras brutais.

Alguns ficavam pendurados enquanto hastes eram forçadas através de suas cabeças.

A PETA Índia inicialmente abordou o governo indiano, em 2014, sobre uma proibição da importação de todos os produtos de peles de animais exóticos.

Em 2015, eles se encontraram com Nirmala Sitharaman, Ministra de Estado do Ministério do Comércio e Indústria, pedindo a ela para implementar tal lei.

O governo finalmente concordou com uma proibição parcial, que foi anunciada na semana passada.

Isto significa que companhias como a Hermès não poderão mais vender suas versões de pele de crocodilo e de lagarto da bolsa Birkin na Índia.

O aviso com as leis alteradas pode ser visto aqui.

A nova proibição de importação na Índia também abrange algumas peles (Imagem: Kirstin Sinclair/Getty Images)

A importação de peles de animais para o Reino Unido depende de um número de condições, como o país de origem e como o animal foi morto.

Isto é feito para prevenir o comércio de países onde os animais estão ameaçados de extinção ou podem ser pegos ilegalmente com mecanismos cruéis como as armadilhas de mandíbula.

As leis do Reino Unido podem ser vistas aqui.

Mas quando estilistas como Stella McCartney são capazes de fazer produtos incríveis de imitação de pele, há realmente qualquer necessidade em usar uma pele real de animal?

Ou nós deveríamos manter animais como lagartos apenas como animais de estimação, e não bolsas?

Por Lisa Bowman /  Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Nigeriaglean

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.