Ativistas fazem Marcha em Defesa dos Animais na orla de Pajuçara, em Maceió, AL

Ativistas fazem Marcha em Defesa dos Animais na orla de Pajuçara, em Maceió, AL

Eles pedem delegacia especializada, hospital e política de castração. Caminhada começou no Pavilhão do Artesanato e foi até a Multieventos.

Por Roberta Cólen

AL maceio marcha01

Ativistas que lutam pelo direito dos animais se reuniram, na tarde deste domingo (26), para a Marcha em Defesa dos Animais, que aconteceu na orla de Pajuçara, em Maceió. Seguindo um trio elétrico, eles saíram com bandeiras, faixas, camisas e alguns até levaram seus cachorros na tentativa de atrair o olhar dos órgãos públicos competentes.

A integrante do Grupo Pata Amada, Mylene Leite, disse que o ato acontece em 60 cidades brasileiras. “Estamos aqui hoje para exigir três pontos principais: hospital veterinário público, política de castração gratuita para cães e gatos, além da delegacia específica para lidar com crimes contra os animais que já existiu, mas parou de funcionar”, disse.

“A castração é um problema público porque a quantidade de animais que nasce é superior à de pessoas, então é impossível que todos tenham um lar. A castração ainda evita o abandono, reduz acidentes e também zoonoses”, ressaltou a ativista.

Ainda de acordo com Mylene, muitas pessoas não tiveram a iniciativa de ir para rua, porém, o apoio veio de todos os lados. “Embora isso, muita gente incentiva ajudando a divulgar e também custeando a passeata, até porque fazer um ato desse custa dinheiro”, conta.

Os manifestantes se concentraram no Pavilhão do Artesanato e seguiram em direção à Praça Multieventos. Por conta disso, um lado da pista ficou ocupado pelo grupo. Uma equipe da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) foi acionada para controlar o trânsito.

AL maceio marcha02

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.