Ativistas pedem resgate de pitbulls explorados para segurança no Recife, PE

Ativistas pedem resgate de pitbulls explorados para segurança no Recife, PE

Desamparado há meses, um cão da raça pitbull espera resgate em um imóvel vazio no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. Sem água ou comida, o cão está trancado em um espaço pequeno, escuro e úmido. Autoridades foram acionadas duas vezes, mas não resolveram a situação.

Para piorar, há cerca de 15 dias, uma grade foi colocada na frente do imóvel, impossibilitando o acesso dos moradores, que alimentavam o animal. Pessoas que trabalham em frente ao local dizem que o cão não se alimenta desde então.

“Fiz um boletim de ocorrência em fevereiro e outro em abril, mas não fizeram nada”, conta uma moradora do bairro, que não quis se identificar.

Através das redes sociais, ativistas denunciaram um caso semelhante, na Rua João Fernandes Vieira, no bairro da Boa Vista, área central do Recife. Um pitbull, que faz a guarda de um imóvel desocupado, passa fome e está com vários tumores. Fotos foram divulgadas, mas quando o JC chegou ao local, o cão havia sido retirado pelo tutor.

Para Goretti Queiroz, ativista da causa animal, a situação é de muita dificuldade. “Temos pessoas para ficar com os dois cachorros, mas a gente não pode entrar e retirar o animal sem o apoio da polícia. É considerado furto”, explica. “Infelizmente, Pernambuco está muito atrasado nesse sentido”, acrescenta.

Gustavo Acioly é dono do Canil Bona Fide, responsável pelo cão, e assegura que o animal é alimentado todos os dias. “A comida fica na parte coberta, atrás da casa, por isso as pessoas não veem. Mas todos os dias, por volta das 5h30, eu vou lá e coloco”, afirma.

O delegado Roberto Wanderley, da Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma), informou que mandará uma equipe hoje (13) para verificar a situação.

De acordo com o Artigo 32 da Lei Federal 9.605/98, praticar ato de abuso e maus-tratos a animais domésticos, silvestres, nativos ou exóticos é crime, com multa e pena de detenção de seis meses a um ano.

MAUS-TRATOS

Na última sexta-feira, um cão foi esfaqueado no bairro de Areias, Zona Oeste do Recife. A agressão foi registrada na Delegacia do Consumidor como Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e Bartolomeu Assis dos Santos responderá por maus-tratos.

Fonte: JC Online

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.