Ativistas protestam contra a tentativa de astro de TV se tornar presidente em razão de suas opiniões sobre a caça

O ativista e fundador da Animal Rights Action Network (Rede de Ação dos Direitos dos Animais), John Carmody, diz que o empresário de 58 anos não tem “nenhuma condição” de concorrer à presidência da Irlanda.

A tentativa de Gavin Duffy de entrar na corrida presidencial pode se transformar em um esporte sangrento político em razão de suas opiniões sobre caça.

O juiz da série Dragon’s Den confirmou ontem que buscava a indicação de quatro autoridades locais em uma tentativa de ir contra o titular Michael D Higgins, um defensor de longa data dos direitos dos animais.

A inclusão do empresário na corrida dará início a uma série de protestos, como sabemos.

O senhor de 58 anos de idade revelou no Twitter que daria seu passo inicial no Conselho do Condado de Waterford.

Ele escreveu: “Se eu obtiver as quatro indicações dos Conselhos, realizarei a campanha eleitoral mais moderna, dinâmica e interativa possível”.

Ele perguntou a qualquer um que quisesse “eleger um presidente que não só estivesse acima, mas que não é da política” para entrar em contato com ele.

Duffy, presidente da Associação de Caça da Irlanda até 2009, confirmou em 2016 que ele era “pescador, caçador/atirador profissional”.

Ele desempenhou um papel fundamental no lobby do governo, e se opôs à proibição de 2010 da caça de veados.

O defensor dos direitos dos animais John Carmody, fundador da Animal Rights Action Network, disse ao jornal Irish Sun: “Gavin Duffy não está em posição de concorrer à presidência da Irlanda, pois ele tem uma triste história de aplaudir a caça à bela vida selvagem irlandesa”.

“E, o que é pior, ele está tentando desbancar Michael D. Higgins, um homem que se mostra um defensor verdadeiramente bondoso, compassivo e sincero do bem-estar animal”.

Presidente Michael D. Higgins (PA-PRESS ASSOCIATION)

O Conselho Irlandês Contra Esportes Sangrentos também condenou a proposta de Duffy.

A porta-voz Aideen Yourrell disse: “Ele defende a caça à raposa e é um entusiasta de esportes sangrentos. E a parte triste é que estamos em 2018 e a caça ao veado ainda acontece, apesar da proibição”.

No entanto, Conselheiros em Waterford planejam dar a Duffy uma audiência justa.

O conselheiro independente Cha O’Neill nos disse: “Michael D. fez um ótimo trabalho, mas queremos ouvir o que esse homem tem a dizer. Há 32 de nós, então tudo se resume a números”.

O senador Gerard Craughwell, o advogado Noel Whelan e o ex-presidente da GAA, Liam O’Neill, descartaram suas decisões na semana passada.

O senador e fundador da Casa Pieta, Joan Freeman, busca uma indicação, enquanto há outros que consideram se candidatar, dentre eles o senador e fundador da Aer Arann, Pádraig Ó Céidigh, e o artista Kevin Sharkey.

Por Kieran Dineen / Tradução de Adriana de Paiva Correa

Fonte: The Sun

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.