Ativistas protestam contra uso de animais em circos em Richmond, EUA

Ativistas protestam contra uso de animais em circos em Richmond, EUA

Por Brandon Shulleeta / Tradução de Giovanna Ferraz Borges

EUA Richmond 5500f66f91f21image1

Veículos congestionaram a North Fourth Street em Richmond, na quarta-feira à noite, quando frequentadores de circo foram recebidos por cerca de duas dezenas de manifestantes perto do Richmond Coliseum.

Os manifestantes dos Amigos dos Animais de Richmond seguravam cartazes com mensagens que incluíam “boicote ao circo” e “o circo machuca os animais.”

O grupo planeja realizar protestos adicionais em Richmond esta semana, para coincidir com performances do Ringling Bros e Barnum & Bailey Circus no Coliseu.

“Estou aqui por todos os animais que estão sendo abusados”, disse a manifestante Rachel Cascada de Henrico County. “Quero mostrar às pessoas que não é certo elefantes ficarem acorrentados sendo usados para entretenimento.”

EUA Richmond 5500f66f449e5image

Ringling anunciou no dia 05 de março que até 2018 vai eliminar gradualmente os elefantes de suas performances.

Essa decisão veio em meio a anos de escrutínio público em Richmond e em outros lugares sobre a forma como os animais são tratados.

Mas a Amigos dos Animais de Richmond diz que o plano para eliminar progressivamente elefantes até 2018 não é suficiente.

“Enquanto o AAR aplaude a decisão do Ringling de suprimir progressivamente os seus atos com elefantes, estamos preocupados com a longa demora para esta ação”, Laura Cascada, porta-voz do grupo, escreveu em um comunicado. “Mais três anos viajando em um vagão de carga é muito tempo para elefantes abusados esperarem a chance de poder caminhar e ficar finalmente livre das correntes.”

A declaração continua: “Nós pedimos, de imediato, que a Ringling aposente todos os elefantes, tigres, camelos e outros animais utilizados em suas apresentações.”

O manifestante Thomas McNulty, de Gloucester County, disse que “gostaria de ver” um show sem animais, acrescentando que acredita que as performances de circo são mais divertidas se feitas por seres humanos talentosos, sem animais.

Desde outubro, o Conselho Municipal de Richmond disse que proíbe o bullhook, uma ferramenta utilizada em atos de elefante para controlá-los.

Laura Cascada disse que o grupo tem protestado, tirando os espetáculos circenses de Richmond, durante seis anos.

Grande defensora dos direitos dos animais, Cindy Johnson, de Henrico County, disse que considera o abuso de animais para fins de entretenimento “o mais atroz.”

“Não vamos parar (de protestar) até que os animais não sejam mais utilizados”, disse Johnson.

Assista ao vídeo (em inglês):

Fonte: Richmond.com

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.