Ativistas socorrem cachorros com sinais de maus-tratos e mais de 100 carrapatos em Bariri, SP

Ativistas socorrem cachorros com sinais de maus-tratos e mais de 100 carrapatos em Bariri, SP
Uma das cachorras socorridas por ativistas em uma casa em Bariri — Foto: Arquivo Pessoal

Ativistas da causa animal socorreram três cachorros com sinais de maus-tratos e mais de 100 carrapatos em Bariri (SP). Segundo as ativistas, um dos animais não sobreviveu, pois estava bastante debilitado.

Os animais foram retirados de uma residência no bairro Jardim Santa Rosa, no fim da tarde de sexta-feira (31), após denúncia e levados para uma clínica.

Segundo a presidente da associação Focinho Carente, Letícia Fanton Cantazini, que participou da ação, todos os animais apresentavam sinais de maus-tratos.

“Em cada um dos cachorros, tinham mais de 100 carrapatos. O veterinário deu uma injeção com medicação, porque não tinha condições de retirar manualmente, eram muitos. Também estavam com sinais de desnutrição e muita sede”, conta.

Três cachorras foram socorridas em Bariri, duas delas sobreviveram, segundo as ativistas — Foto: Arquivo Pessoal
Três cachorras foram socorridas em Bariri, duas delas sobreviveram, segundo as ativistas — Foto: Arquivo Pessoal

Letícia contou ao G1 que ainda encontrou outros dois filhotes mortos no quintal e que entrou na residência com a ajuda da Polícia Militar. Os tutores  dos animais negaram que os bichos de estimação sofriam maus-tratos. No local, não foi encontrado bebedouro de água, nem vasilha com comida, informou a ativista.

As duas cadelas receberam atendimento veterinário e foram levadas para um espaço onde funciona a sede da associação.

“Como fizemos o transporte no carro, depois tinha carrapato até no teto do veículo, nunca tinha visto tantos assim. O pior é que todo dia estamos recebendo denúncia de maus-tratos, aumentou muito o número de casos”, comenta.

Após passar pelo atendimento veterinário, animal foi encaminhado para sede da associação Focinho Carente, em Bariri (SP) — Foto: Arquivo Pessoal
Após passar pelo atendimento veterinário, animal foi encaminhado para sede da associação Focinho Carente, em Bariri (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.