Atleta olímpica vegana adota cão que estava destinado ao abate em fazenda de carne de cachorro na Coreia do Sul!

Atleta olímpica vegana adota cão que estava destinado ao abate em fazenda de carne de cachorro na Coreia do Sul!
Fotos: meaganduhamel/Instagram

Nós amamos quando atletas e celebridades se manifestam em prol dos animais e inspiram seus fãs a fazerem o mesmo. A patinadora olímpica de duplas canadense, Megan Duhamel, que é vegana desde 2008, tem provado que os vegetais são poderosos e podem fornecer aos atletas toda a proteína que necessitam para vencer no esporte. Além disso, Duhamel tem dois cães resgatados, um deles tendo sido salvo do mercado perverso de carne de cachorro na Coreia do Sul!

Enquanto visitava a Coreia do Sul em fevereiro do ano passado, Duhamel resgatou um mini-Dachshund chamado Mootae que, do contrário, teria sido abatido pelo comércio de carne. Mootae se adaptou bem e ama o outro cão resgatado por Duhamel, Theo.

Fazendas de carne de cachorro são conhecidas como lugares desumanos onde os animais ficam empilhados em gaiolas desconfortáveis e são tratados como objetos descartáveis. Tendo o lucro como preocupação principal, a saúde e o bem-estar dos cães são ignorados, causando a disseminação de doenças, incluindo altas taxas de infecções por raiva, mortais tanto para animais quanto para humanos.

Defensores da causa animal estavam encorajando a Coreia do Sul a fechar essas fazendas abismais a tempo para os jogos de inverno, e embora alguns outdoors e cardápios tenham mudado, sopa de carne de cachorro e fazendas ainda são comuns. A Humane Society International (Sociedade Humanitária Internacional) resgatou 90 cães e filhotes de uma fazenda de carne de cachorro a apenas 40 minutos do estádio olímpico no início de fevereiro.

Um grande obrigado a Meagan Duhamel por trazer à tona a questão do comércio de carne de cachorro, agir de acordo com seus princípios e poupar esses cães amáveis de serem brutalmente abatidos!

Muitas pessoas continuam sem saber que essas fazendas existem. Então, por favor, divulgue essa questão ao compartilhar essa postagem!

Por Natasha Brooks /  Tradução de Carla Lorenzatti Venturini

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.