Atropelada, onça-parda não resiste a ferimentos e morre na BR-262

Atropelada, onça-parda não resiste a ferimentos e morre na BR-262
Onça-parda foi atropelada na BR-262 e não resistiu aos ferimentos. (Foto: Divulgação/PMA)

Sem resistir aos ferimentos, uma onça-parda adulta morreu após ser atropelada na BR-262, na região de Corumbá – a 419 quilômetros de Campo Grande, MS. De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), o corpo do animal foi deixado às margens da rodovia por mais de 30 horas.

Deixada na altura do quilômetro 734, a onça foi retirada da pista para que não pudesse causar  novos acidentes. Também nessa semana, durante a noite de segunda-feira (19), outro animal da mesma espécie foi resgatado após atropelamento na região de Caarapó.

Em estado grave, ela estava às margens da BR-163 e foi atendida pela Polícia Militar Ambiental. Ao chegar no local, a equipe confirmou que o acidente era recente e que o animal estava com ferimentos graves.

Devido ao quadro complexo, a onça foi trazida para o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) em Campo Grande, para receber o atendimento adequado.

Por Aletheya Alves

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.