Audiência discute abandono de animais dentro da UFPB, em João Pessoa

Audiência discute abandono de animais dentro da UFPB, em João Pessoa
Audiência discute abandono de animais dentro da UFPB, em João Pessoa — Foto: Krystine Carneiro/G1

Uma audiência pública aconteceu nesta quinta-feira (6), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), para discutir o abandono de animais dentro da instituição. A audiência foi realizada no Centro de Ciências e Saúde (CCS) da universidade. Mais de 400 animais já foram deixados na UFPB, entre eles 430 gatos e 30 cachorros, segundo a Comissão de Direito e Bem-Estar Animal da UFPB.

De acordo com o presidente da comissão, Francisco Garcia, o objetivo da audiência é conseguir o compromisso da instituição na implementação de políticas públicas e educativas de saúde humana e animal, devido à quantidade de animais abandonados na universidade e de alguns deles serem portadores de doenças como esporotricose e Leishmaniose.

Ainda segundo o presidente da comissão, entre as pautas apresentadas está a possibilidade de conseguir o compromisso da vice-reitoria em se responsabilizar para promover essas medidas, assim como a utilização dos canais midiáticos da UFPB para que sejam divulgadas campanhas educativas voltadas para os animais. Além de buscar a instalação de câmeras que devem funcionar em todo o campus para identificar abandonos.

Francisco Garcia enfatizou ainda sobre a penalidade para quem pratica o abandono de animais, ele disse que quem comete esse crime pode ser preso por praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais e a pena pode levar a prisão de três meses a um ano e multa. A audiência tratou ainda sobre a necessidade da UFPB oferecer oferecer um local onde os animais possam ficar após passar por cirurgia de castração no Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.