Austrália: vídeo de abuso em fazenda de criação de porcos foi liberado

Austrália: vídeo de abuso em fazenda de criação de porcos foi liberado

Filmagens gráficas de porcas sendo chutadas, agredidas e montadas enquanto eram inseminadas artificialmente, supostamente feitas em uma fazenda de criação de porcos ao norte de Adelaide, foram liberadas por um grupo ativista pelos direitos dos animais.

AUSTRALIA porcos 7192578 3x2 940x627

A Sociedade Protetora dos Animais do Sul da Austrália confirmou que uma investigação está sendo feito nas práticas na fazenda de criação de porcos.

Animal Liberation New South Wales disse que a filmagem foi enviada a eles anonimamente após câmeras terem sido secretamente instaladas dentro do local.

A diretora de campanhas do grupo, Emma Hurst, disse que a filmagem, também vista pelo jornal ABC, mostrava funcionários chutando as porcas, agredindo-as com pás, e montando nelas enquanto elas estavam sendo inseminadas artificialmente.

“Parece simplesmente um horror absoluto, parece o inferno na terra”, ela disse.

“Há porcos doentes e morrendo dentro do abrigo, há porcos que não conseguem ficar de pé”.

“Há filmagem de porquinhos sendo mutilados sem nenhum alívio para dor, tendo suas orelhas furadas, e há filmagem de vários pedaços de porcos espalhados pelo chão”.

Hurst disse que porcos doentes e feridos eram jogados em uma pilha de carcaças em decomposição.

“Há uma filmagem de buracos fora cheios de porcos e porquinhos; parece que há cerca de 100 porcos nesses buracos”, ela disse.

“Eles obviamente levaram um tiro na cabeça. Alguns deles parecem que tiveram suas gargantas cortadas”.

Porca ‘encontrada faminta em uma piscina de urina e fezes’

Hurst disse que a RSPCA resgatou uma porca faminta de uma fazenda de criação de porcos que alegadamente tinha sido deixada em uma piscina de urina e fezes por pelo menos dois dias após ter caído em um túnel de esgoto.

“As gravações feitas no dia seguinte revelaram que os funcionários não fizeram nada para salvá-la”, ela disse.

“Se não fosse os investigadores entrando em contato com a RSPCA, ela teria morrido de fome”.

Em uma declaração, a RSPCA disse que já tinha fiscalizado previamente a fazenda e que as gravações estão sendo revisadas como parte de uma investigação em curso.

Mas Hurst disse duvidar que a investigação possa resultar em qualquer acusação.

“Nós achamos que uma ação legal não é provável porque muita da crueldade que estamos vendo é prática padrão na indústria”, Hurst disse.

“Nós estamos recebendo gravações como esta a cada poucas semanas e meses pelos últimos anos”.

“Isto certamente parece ser algo que ocorre na indústria como um todo. Não é somente um operador desonesto que opera desta forma, é algo endêmico na indústria na realidade”.

O proprietário da fazenda de criação de porcos foi contatado para comentários junto da organização que gerencia a indústria de carne de porcos, Australian Pork Limited.

AUSTRALIA porcos 316F4EA400000578 3457639 image a 88 1456113739438

AUSTRALIA porcos 316F4ED700000578 3457639 image a 71 1456111314752

AUSTRALIA porcos 316F4EF300000578 3457639 image a 87 1456113692377

AUSTRALIA porcos 316F51BE00000578 3457639 image a 67 1456111241342

AUSTRALIA porcos 316F51C200000578 3457639 image a 68 1456111247410

AUSTRALIA porcos 316F51CA00000578 3457639 image a 69 1456111258418

AUSTRALIA porcos 316FB2BA00000578 3457639 image a 78 1456113516401

Fonte: ABC (com informações do Daily Mail)

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.