Autoridades apresentam propostas para problemas apontados pela população em Tangará da Serra, MT

Depois de reunir mais de 250 representantes da população de Tangará da Serra na primeira etapa do 1º Jus Ambiental, a 10ª subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) de Tangará da Serra volta a receber as autoridades e sociedade em seu auditório, na noite desta quinta-feira (29), para discutir as possíveis soluções para os problemas apontados pelos moradores do município.

Com os temas Licenciamento Ambiental e Direitos dos Animais, o 1º Jus Ambiental é promovido pela Comissão de Proteção Ambiental e Animal (Copan) da subseção Tangará da Serra em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE).

Na primeira etapa, realizada no dia 14, a sociedade se dividiu em 10 grupos de trabalho para apontar os principais problemas vivenciados pela sociedade em relação aos temas. Maus-tratos e abandono dos animais e as dificuldades nos diversos tipos de licenciamento ambiental foram alguns dos principais assuntos levantados pelos participantes.

“A intenção maior do Jus Ambiental foi essa, trazer a sociedade para dentro da OAB, buscar o diálogo e ouvir quais as necessidades em relação ao Licenciamento Ambiental e aos Direitos dos Animais, quais os problemas evidenciados e aquilo que todo conjunto possa fazer para minimizar ou estanca-los”, explicou o presidente da Subseção da OAB de Tangará da Serra, Kleiton Carvalho.

As várias demandas apontadas pelos grupos de trabalho foram compiladas e, agora na segunda etapa do Jus Ambiental, que acontece nesta quinta-feira, reúne as autoridades das áreas responsáveis para debater as formas de resolver os problemas elencados, determinando prazos e buscando soluções de maneira ampla.

Assessoria de Imprensa OAB-MT
[email protected]
(65) 3613-0928/0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso

Fonte: Cenário MT

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.