Aves, arma de fogo e tatu abatido são apreendidos pela Polícia Ambiental em Pacaembu, SP

Aves, arma de fogo e tatu abatido são apreendidos pela Polícia Ambiental em Pacaembu, SP
Apreensão de aves, arma de fogo e tatu abatido foi registrada em Pacaembu — Foto: Polícia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental apreendeu uma espingarda, bem como aves silvestres e carne de tatu em uma propriedade rural em Pacaembu. Um homem foi detido devido à posse da arma de fogo. O caso foi registrado nesta quinta-feira (27).

As equipes receberam uma denúncia anônima sobre caça e seguiram até uma propriedade rural em Pacaembu para verificar a veracidade da informação.

No local fez contato com o morador, que foi informado sobre o motivo da vistoria. Na ocasião também foi observado em frente à residência um viveiro com dois pássaros nativos das espécies papagaio-verdadeiro e curica.

Em continuidade à vistoria em um freezer na área externa da residência, foi localizado um animal nativo abatido da espécie tatu-galinha.

Com os fatos, o homem também foi questionado sobre a posse de arma de fogo. Ele confirmou e de pronto entregou uma espingarda cartucheira de calibre 36, sem o devido registro, e dois cartuchos intactos do mesmo calibre.

O indivíduo recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Pacaembu, onde foi ratificada a detenção e arbitrada fiança no valor de R$ 1.500.

Administrativamente, foram confeccionados dois Autos de Infração Ambiental, sendo um na modalidade advertência por ter em cativeiro aves da fauna silvestre e outro no valor de R$ 500 por ter em depósito produto da fauna silvestre.

Os pássaros foram encaminhados para a Associação de Proteção a Animais Silvestres (Apass) de Assis por estar com sinais visíveis de domesticação. Já o tatu abatido foi destruído no aterro sanitário de Dracena.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.