Baleia é desencalhada após mais de 36h presa na Austrália

Baleia é desencalhada após mais de 36h presa na Austrália

AUSTRALIA australiabaleiaencalhadartsjasonobrien02

Depois de várias tentativas, uma grande força-tarefa conseguiu desencalhar uma baleia jubarte na manhã desta quinta-feira de uma praia no leste da Austrália. O animal estava preso desde a noite de terça-feira. 

Especialistas do parque Sea World e autoridades ambientais trabalharam em conjunto para liberar a baleia de Palm Beach, na cidade de Gold Coast, por volta de 8h15 desta quinta. Seu progresso rumo ao alto mar será monitorado.

AUSTRALIA australiabaleiaencalhadartsjasonobrien“Nós estamos cautelosamente otimistas, porque a baleia estará exausta. Ela ficou fora da água por 36 horas”, disse Tacha Mulligan, supervisor do Sea World. “Nós ainda não sabemos o porquê o animal encalhou, mas nós estaremos monitorando”, acrescentou. Estima-se que a jubarte tenha entre 15 e 20 toneladas.

O incidente, no entanto, pode render problemas com a polícia para um grupo de amadores que tentou resgatar a baleia durante a noite. Apesar da orientação de não tocar no animal, várias pessoas entraram na água em uma tentativa desesperada de libertar a jubarte da areia.

Des Lacy, superintendente de Gold Coast, disse que não foi um “ato inteligente” e que deixou o animal estressado. “Nós vimos um grupo de pessoas que acreditou estar ajudando a baleia, foi o contrário das recomendações das autoridades” que estavam lidando com o caso e com a segurança da jubarte.

O prefeito Tom Tate segui a mesma linha, e afirmou que essas pessoas “de bom coração” deveriam ter seguido as ordens das autoridades.

Fonte: Terra (com informações dos jornais The Sydney Morning Herald e Gold Coast Bulletin)

Nota do Olhar Animal: O Sea World da Australia, como outros parques do gênero, escraviza animais, explorando-os comercialmente e causando irreparáveis danos a estes seres. Ótimo que tenham se agido para o exitoso desencalhe da baleia jubarte, porém grande contribuição dariam aos animais se deixasse de encarcerá-los para satisfazer a curiosidade egoísta de seu público e a ganância de seus proprietários. Para conhecer a ealidade destes locais, assista o documentário Black FIsh. Trailer disponível em http://blackfishmovie.com/.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.