Banhistas encontram boto-cinza morto na orla de Praia Grande, SP

Banhistas encontram boto-cinza morto na orla de Praia Grande, SP

Um boto-cinza foi encontrado morto por banhistas na orla de Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com testemunhas, o animal foi localizado em estado avançado de decomposição na faixa de areia e recolhido para ser analisado. As informações foram confirmadas nesta quinta-feira (3).

O caso aconteceu na noite da última quarta-feira (2), por volta das 18h30, na orla do bairro Vila Caiçara. Conforme apurado pelo G1, as causas da morte do golfinho, da espécie Sotalia guianensis, ainda serão analisadas. O animal foi recolhido pelo Instituto Biopesca pouco tempo depois.

De acordo com a instituição, o animal, de aproximadamente 1,70 metro, passará por análises que, além de determinar a causa da morte, também permitirão o levantamento de mais informações, como a ingestão de resíduos plásticos e outros tipos de material.

O Biopesca explica, ainda, que o boto-cinza é uma espécie de golfinho que habita as águas do Brasil. Em Bertioga (SP), outros dois golfinhos foram localizados mortos em menos de quatro dias. Um deles, inclusive, apresentou sinais de ferimentos por causados por redes de pesca.

Projeto de monitoramento

O recolhimento aconteceu em decorrência do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo, conduzido pelo Ibama.

O Instituto Biopesca orienta aos banhistas que acionem a equipe caso encontrem golfinhos, tartarugas e aves marinhas na orla das praias entre Peruíbe e Praia Grande. O contato pode ser realizado pelos telefones 0800-642-3341, em horário comercial, ou pelo (13) 99601-2570 (WhatsApp e chamada a cobrar).

Banhistas encontram golfinho morto na orla de Praia Grande, SP. — Foto: Reprodução/Viver em Santos

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.