Banho de sangue contra as corridas de touros na Espanha

Banho de sangue contra as corridas de touros na Espanha

Mais de uma centena de manifestantes despejaram sangue falso sobre eles próprios para protestar contra a morte de touros durante as festas de San Fermin que começam amanhã em Pamplona.

“San Fermin pode existir sem corridas de touros, não somos contra o festival, só contra a crueldade, a tortura e a morte de animais inocentes”, disse a directora da AnimaNaturalis, um organização de direitos dos animais, à Reuters.

O festival tem a habitual largada dos touros pelas ruas de Pamplona, em Espanha, na qual mais de duas mil pessoas correm à frente dos animais, arriscando-se a ser pisados até os animais chegarem à praça de touros. A esta largada seguem-se corridas e no final das faenas os animais são mortos.

Os manifestantes contra a morte dos touros vêm de toda a Espanha, mas também de outros países do mundo, incluindo Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido.

Os manifestantes estavam seminus, usavam falsos cornos de touros e despejaram sangue falso sobre eles e exibiam cartazes em castelhano, basco, inglês, francês, russo e italiano onde se podia ler: “Os banhos de sangue de Pamplona”.

Espanha Pamplona manisfestacao contra corrida touros2

Espanha Pamplona manisfestacao contra corrida touros3

Fonte: Económico

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.