Bebê Beluga morre no SeaWorld após 3 semanas em um tanque

Bebê Beluga morre no SeaWorld após 3 semanas em um tanque

Por Sarah V Schweig / Tradução de Alice Wehrle Gomide

EUA bebebeluga

Um filhote de Beluga nascido em cativeiro no SeaWorld San Antonio morreu na última segunda-feira (13). O bebê tinha somente três semanas de vida.

O SeaWorld anunciou a morte do filhote em sua página do Facebook:

“Todos nós do SeaWorld estamos tristes com a perda de nosso filhote de Beluga, que morreu ontem após semanas de cuidado intenso e contínuo. O filhote de três semanas nasceu cerca de um mês prematuro.

O filhote não estava ganhando peso na velocidade que nossos veterinários esperavam, apesar de ter sido amamentado pela mãe. Para suplementar a amamentação, o time o alimentou com uma fórmula infantil especial para mamíferos marinhos sete vezes ao dia. A necropsia será realizada esta manhã, com resultados esperados de seis a oito semanas. Perder um animal sob nossos cuidados nunca é fácil, e nós agradecemos a todos pelos sentimentos e apoio durante este difícil período para nosso time.”

Mas os números sugerem que a morte de uma Beluga em cativeiro não é muita surpresa. A taxa de mortalidade entre os filhotes de Beluga em cativeiro é de 65%. E os que sobrevivem em cativeiro tempo suficiente para se tornarem adultos, mesmo assim não vivem muito, frequentemente morrendo antes de chegar aos 30, completamente contrário aos seus semelhantes selvagens, que podem viver até os 60 anos de idade, apesar de não sabermos a média de sua expectativa de vida.

“Sempre que um filhote de cetáceo nascido em cativeiro morre, eu suspeito que os efeitos do cativeiro – especialmente a competência maternal – são um fator”, Naomi Rose, Ph.D., uma cientista de mamíferos marinhos do Animal Walfare Institute, disse ao The Dodo. “Dado que as instalações possuem razões corporativas para insistirem que o cativeiro não tem nada a ver com essas mortes e se recusam a conduzir a ciência objetiva e necessária para entenderem por completo o risco de mortalidade de filhotes nascidos em cativeiro, eu sou obrigada a especular que sim, o cativeiro tem algo a ver com a morte desse filhote”.

EUA bebebeluga2

Esta não é a primeira morte de um bebê de Beluga em cativeiro: mês passado uma Beluga morreu no Aquário de Georgia, nos EUA, antes de completar um mês de idade. E agora, a triste declaração do SeaWorld pede que o público não questione sobre bem-estar animal, mas que apoiem os seus funcionários. Eles nem mencionaram a mãe do bebê, Martha.

O SeaWorld não respondeu imediatamente ao pedido do The Dodo para comentar a morte do filhote, que será submetido à necropsia, com os resultados disponíveis em seis a oito semanas.

Fonte: The Dodo 

Nota do Olhar Animal: Em fevereiro, uma beluga adulta também morreu no SeaWorld. Quem ainda não assistiu, assista Blackfish, sobre o tratamento dado a uma baleia orca naquele parque. Difícil imaginar que os demais animais recebam tratamento diferente.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.