Bebê elefante aproveita o simples prazer de ser livre

Bebê elefante aproveita o simples prazer de ser livre

Por Taylor Chambers / Tradução Alice Wehrle Gomide

Elefantes selvagens amam um bom banho de lama. Rolar na lama não é somente como uma tonelada de diversão para os elefantes, mas isso também ajuda a manter sua pele hidratada e protegida do sol. Enquanto todos os elefantes aproveitam uma boa lama, há algo sobre um atrapalhado bebê elefante que se torna muito fofo.

Este elefante bebê estava tomando banho de lama com sua família durante uma tempestade na estação chuvosa na reserva Maasai Mara, no Quênia. Tudo estava indo bem até que ele levou um tombo na lama viscosa.

Este pequeno dá um passo errado e acaba na lama.

Quenia elefante bebe lama

Bebês elefantes são como bebês humanos no sentido de que seu equilíbrio e destreza se desenvolvem com o tempo e com prática. Por exemplo, um elefante aprendendo a usar sua tromba mostra que a vida de um elefante é principalmente tentativa e erro.

A mãe está imediatamente em cima dele e tenta colocá-lo de pé. Mas como qualquer criança crescendo, ele primeiro tenta se levantar sozinho!

Quenia elefante bebe lama2

Ele tenta o máximo, mas eventualmente a exaustão ganha. Ele pede a assistência especializada de sua mãe.

Quenia elefante bebe lama3

Ele calmamente chega perto dele e avalia a situação. Após alguns segundos, ela coloca seu plano em ação.

Quenia elefante bebe lama4

A mãe se posiciona em cima do filhote e usa seu pé para empurrá-lo e colocá-lo de pé.

Quenia elefante bebe lama5

Ah! Mães sempre sabem melhor, não é verdade!

Quenia elefante bebe lama6

Nosso desengonçado filhote está tendo muito cuidado perto da lama agora. Sua mãe fica por perto para dar apoio moral.

Quenia elefante bebe lama7

Cenas como estas estão se tornando cada vez mais raras porque se estima que um elefante é morto pelas suas presas de marfim a cada 15 minutos. São 90 elefantes por DIA, mortos para fazerem enfeites, joias e estátuas inúteis. Se esta quantidade de morte continuar, alguns cientistas acreditam que os elefantes africanos estarão extintos nos próximos 20 anos e o único lugar onde as pessoas conseguirão ver esses animais será em zoos, onde não é o lugar deles.

Acredita-se que este bebê tenha de seis meses a um ano de idade. Ele pode ser pequeno agora, mas ele irá crescer e se tornar grande ou até mesmo maior que sua mãe nos próximos 15 anos. Mas até lá, ele tem sua carinhosa manada de ajudantes à disposição para seu próximo tropeço. Nós não podemos esperar para ver como será este pequeno filhote quando ele estiver adulto, aproveitando sua vida na selva, ao invés de no cativeiro.

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.