Bebê onça é encontrado preso em cubículo durante operação em SP; VÍDEO

Bebê onça é encontrado preso em cubículo durante operação em SP; VÍDEO
Filhote de onça-pintada foi encontrada em canto de um cômodo de residência em Peruíbe, SP — Foto: Divulgação/PM Ambiental

A Polícia Militar Ambiental apreendeu nove cobras, um filhote de onça-pintada, mais de 60 jabutis e diversos camundongos e ratos com um casal suspeito de praticar tráfico de animais. O flagrante ocorreu em Peruíbe, litoral paulista, nesta quinta-feira (9). Segundo a polícia, os suspeitos foram presos e autuados.

VÍDEO: Bebê onça se assusta ao ser achado preso em cubículo durante operação em SP

Conforme informado ao G1, o flagrante ocorreu quando uma equipe da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Ambiental, durante abordagem a um veículo, identificou que 61 jabutis estavam sendo transportados de forma totalmente ilícita e em situação de maus-tratos.

Cobras foram localizadas por policiais militares ambientais — Foto: Divulgação/PM Ambiental
Cobras foram localizadas por policiais militares ambientais — Foto: Divulgação/PM Ambiental

Diante disso, segundo a PM, a ocorrência foi conduzida à delegacia e foi verificado que se tratava de uma pessoa com indícios da prática de tráfico de animais. A polícia então conseguiu um mandado de busca na casa da suspeita e do marido e, em vistoria ao local, foi constatada a presença de diversos animais exóticos e selvagens.

Segundo a PM, foram localizadas nove cobras, sendo uma píton birmanesa albina macho e duas fêmeas, uma píton granite, duas pítons-reticulada, uma píton ‘green’ comum fêmea, uma píton ‘rocky sebae’ e uma jiboia-constritora. Além disso, havia um filhote de onça-pintada fêmea, cinco jabutis e diversos camundongos e ratos mercol.

Cobras foram localizadas em residência em que casal estava em Peruíbe, SP — Foto: Divulgação/PM Ambiental
Cobras foram localizadas em residência em que casal estava em Peruíbe, SP — Foto: Divulgação/PM Ambiental

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, o casal foi preso e autuado pelos crimes de maus-tratos aos animais, por transportar animais em cativeiro sem licença e por introduzir animais exóticos em território nacional. O caso está sendo registrado na Delegacia Sede de Peruíbe.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.