Bem-estar animal da Sema notifica tutores de cachorros que morreram afogados em Londrina, PR

Bem-estar animal da Sema notifica tutores de cachorros que morreram afogados em Londrina, PR

O departamento de Bem-Estar Animal da Sema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) notificou os proprietários dos filhotes de Husky Siberiano que morreram afogadas na última quarta-feira (27), na zona leste de Londrina.

Além da notificação pedindo um atestado do estado clínicos dos treze cachorros, nove porquinhos da Índia e um jabuti, os tutores dos animais foram autuados por negligência, já que os animais estavam sozinhos na residência por causa de uma viagem dos proprietários dos animais.

A diretora do departamento de Bem-Estar Animal, Graziella Santana, informou que o relatório referente ao estado clínico dos animais foi entregue, porém atestando a saúde geral de todos os animais da residência e não individual como solicitado inicialmente.

“Nós vamos notificar novamente os proprietários, pois o relatório foi geral de todos os animais e não individual como foi pedido. Nós fizemos essa solicitação para saber a idade dos animais, se são castrados, se as fêmeas estão prenhas entre outras informações”, destacou a diretora.

O caso será encaminhado ao Ministério Público para que uma investigação seja feita para apurar se realmente houve maus-tratos aos animais. Se for comprovado, os tutores serão responsabilizados criminalmente.

O valor da multa aplicada ao casal será definido por uma comissão formada por servidores, que vão analisar fatores da infração cometida. A multa varia de R$ 50 a R$ 100 milhões, conforme estabelece o código ambiental do município.

ATENÇÃO A IMAGEM ABAIXO CONTÉM CENAS FORTES

Foto: Divulgação

Frame tirado de um vídeo que mostra filhotes no momento que estão se afogando na piscina. Vídeo enviado por testemunha que preferiu não se identificar

Entenda o caso

Por volta das 4h30 da última quarta-feira (27), vizinhos da casa onde estavam os animais ligaram para diversos departamentos de polícia solicitando ajuda para resgatar os filhotes que caíram na piscina, porém por não terem mandados, os oficiais não puderam entrar na residência.

Os filhotes só foram resgatados perto das 8 horas, quando um familiar dos donos do imóvel chegou para resgatá-los. Dos três Huskys Siberianos que caíram na piscina, dois morreram afogados.

Por Rodolfo Salloum, stagiário sob supervisão de Fernanda Circhia

Fonte: Bonde 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.