Blackfish: SeaWorld vai pagar US$ 5 milhões por fraude após denúncia de documentário

Blackfish: SeaWorld vai pagar US$ 5 milhões por fraude após denúncia de documentário

De acordo com o Yahoo Movies, o SeaWorld vai pagar mais de 5 milhões de dólares em acordo, após alegações de que a companhia e seu ex-CEO terem ocultado dos investidores o dano causado pelo documentário Blackfish.

O documentário revelou a crueldade na forma como o parque mantém as orcas em cativeiro, resultando em uma substancial queda de visitantes aos parques da SeaWorld.

Netflix é eleita a empresa do ano por ONG de proteção aos animais

A Comissão de Segurança e Câmbio indicou que a SeaWorld e o ex-CEO James Atchison fizeram “falsas e enganadoras declarações ou omissões” aos investidores, acerca das declarações de lucro.

O preço das ações da companhia ainda caiu em um terço em um dia e, em 2017, foi reportada uma perda de quase 20 milhões de dólares.

O documentário Blackfish foi lançado em 2013, dirigido por Gabriela Cowperthwaite e gira em torno de Tilikum, uma famosa orca mantida no Seaworld em Orlando, envolvida na morte de três pessoas.

O filme criticou duramente o programa de reprodução do SeaWorld, que foi encerrado em 2016.

Por Guilherme Coral

Fonte: Observatório do Cinema

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.