Bobby: o cão resgatado do terremoto na Síria ganhou uma cadeira de rodas e um lar

Bobby: o cão resgatado do terremoto na Síria ganhou uma cadeira de rodas e um lar
Adora correr e brincar.

Foram muitos as pessoas e os animais resgatados do sismo que atingiu a Turquia e a Síria em fevereiro deste ano. Portugal esteve no terreno com várias equipas de busca e resgate e o grupo Intervenção e Resgate Animal (IRA) também não ficou de fora. Diversos cães e gatos chegaram a aguentar vários dias em condições miseráveis e quando encontrados, foram recebidos com um suspiro de alívio. Bobby foi um deles.

O cão de porte médio foi resgatado pelo Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW, sigla em inglês) em parceria com o House of Cats Ernesto, um santuário sírio que acolhe animais vadios do país. Bobby foi encontrado num “mau estado”, coberto de lama e sem conseguir mover as pernas traseiras.

“A equipa ofereceu um tratamento rápido e um pouco de soro fisiológico depois de o levar à clínica e realizar alguns exames para avaliar os danos”, explicou o IFAW em comunicado. O patudo não tinha qualquer lesão nas patas e tudo indicava que o problema estava na coluna. Bobby foi levado para o santuário onde tomou banho, recebeu comida e deu início ao tratamento.

Comovidos com a situação de Bobby, os voluntários do House of Cats Ernesto resolveram encomendar uma cadeira de rodas para aumentar a sua qualidade de vida. Depois de várias pesquisas, chegaram a conclusão de que era impossível encontrar uma onde estão localizados — o santuário fica em Alepo, a maior cidade do país e uma das mais atingidas com a guerra que este ano completou 12 anos. Como resultado, construíram-no uma do zero.

“Bobby agora pode andar, correr e brincar com os outros cães no santuário e continua a inspirar os seus salvadores diariamente com a sua visão esperançosa e alegre”, disse o IFAW. E o melhor? Foi adotado pelo santuário e é agora um “residente permanente”. O cão vai viver o resto da sua vida com os seus salvadores e todos os companheiros de quatro patas que lá vivem.

Carregue na galeria para conhecer Bobby e o House of Cats Ernesto.

Por Izabelli Pincelli

Fonte: Pit / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.