Bombeiros promovem novos resgates de animais em Barra Velha, SC

Bombeiros promovem novos resgates de animais em Barra Velha, SC

SC Barra-Velha-resgate-ave-NPA-468x262

O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) dos Bombeiros Voluntários de Barra Velha e São João do Itaperiú segue resgatando e protegendo animais nas diversas comunidades, e devolvendo-os aos seus habitats originais. No último dia 2, duas ocorrências: o NPA resgatou uma ave marinha por volta das 9h30 da noite, na praia central de Barra Velha, e uma serpente encontrada na Creche Madre Paulina, também no centro.

O pedido de resgate da ave, uma gaivota, foi feito pelo repórter Aldair Nizer, da Central Aquarela de Jornalismo,que soube do fato na orla central. A ave estava aparentemente machucada, e acabou resgatada, segundo informa o instrutor José Roberto, que lidera o núcleo de proteção. Os bombeiros Wellingtom e Sidinei auxiliaram na ocorrência. A gaivota foi tratada e devolvida ao seu habitat no dia seguinte.

Já na creche, professores se depararam com a popular cobra-de-vidro, (nome científico Ophiodes fragilis, inofensiva, mas que não foi sacrificada pela direção da escola, que optou por chamar o NPA por volta das 2h da tarde. A coordenadora Salete Buba acionou o núcleo, que foi ao local, na Rua Pedro Plácido Malhado, nº 88, e resgatou a serpente.

Segundo Roberto, a cobra-de-vidro é uma espécie nativa principalmente do leste e sul do Brasil. Elas pertencem à subordem dos lagartos e não das serpentes, ainda que se pareçam bastante com cobras devido ao seu corpo cilíndrico. Estas cobras têm hábitos diurnos e se alimentam de insetos, chegando a atingir cerca de 30 cm de comprimento.

José Roberto lembra às populações de Barra Velha e São João do Itaperiú que o Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) atende este tipo de emergência resgatando animais peçonhentos e venenosos que estejam causando risco à população pedimos aos cidadãos que não tentem matar ou capturar estes animais. É só ligar no fone 3446.0000 que avisar sobre a presença destes animais. O Núcleo de Proteção Ambiental possui pessoal treinado e qualificado para este gênero de ocorrência.

Fonte: Aquarela FM 94,5

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.