Brasil repatria arara-azul levada ilegalmente para Argentina em 2008

Brasil repatria arara-azul levada ilegalmente para Argentina em 2008

Uma arara-azul, uma das espécies mais raras do país, será repatriada nesta quarta-feira (5). O animal havia sido levado ilegalmente para a Argentina em 2008, e agora volta ao Brasil em um acordo que envolveu Ibama, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, embaixadas e ministérios do Meio Ambiente das duas nações.

O desembarque da arara deve acontecer no Aeroporto Internacional de Guarulhos, como informado pelo Bom Dia São Paulo. O destino da ave quando aterrissar em território brasileiro ainda não foi divulgado pelas entidades responsáveis.

Macaco com Habeas Corpus

Ainda sobre o mundo animal e sobre Brasil e Argentina, chega nesta quarta-feira a Sorocaba, no interior paulista, o primeiro macaco a ter o direito de viver em um santuário por força de um Habeas Corpus.

Cecília, de 19 anos, é a única sobrevivente de um grupo de chimpanzés que morava no zoológico de Mendonza, na Argentina, em condições precárias. Uma ONG de defesa dos animais do país pediu o Habeas Corpus e, depois de um ano, a Justiça mandou libertar o animal. A partir desta quarta, ela vai morar em um santuário de grandes primatas de Sorocaba, ao lado de outros 50 macacos.

Fonte: G1 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.