Brutalidade humana: Orca Chile denuncia assassinato cruel de lobo-marinho em Aysén

Brutalidade humana: Orca Chile denuncia assassinato cruel de lobo-marinho em Aysén

“A ambição de alguns empresários faz com que trabalhadores acabem matando tudo o que se move”, diz Zico Enriquez, diretor executivo da Ong ORCA Chile.

Tradução de Josy Apda

Chile brutalidade1

Durante a tarde de terça-feira, dia 14 de julho, começou a circular uma publicação no Facebook que acendeu os alarmes no escritório da organização ORCA Chile. Um set fotográfico mostrava como um lobo marinho macho era içado para uma embarcação, amarrado pelo pescoço.

Logo em outra foto, pode ser visto um dos trabalhadores que, de acordo com as primeiras informações, seria de uma empresa salmoneira, aproximando-se com uma faca para iniciar o corte do animal.

“Esses casos são comuns, mas, logicamente, ninguém os denuncia e se o fazem existem poucas provas. Este caso pode ser diferente, e a demonstração empírica de que a salmonicultura 2.0 (gestão baseada na tecnologia) não existe e que são os mesmos tipos sob uma nova estrutura, que depredam o pouco ou nada que nos resta no mar”, afirma Zico Enriquez diretor executivo da ORCA Chile.

Nessa mesma linha, Enriquez afirma “como instituição, estamos indignados, passamos anos trabalhando para que as pessoas compreendam o papel de predador top que os lobos tem na cadeia alimentar e as contribuições que fazem ao ecossistema, mas a visão a curto prazo e, acima de tudo, a ambição de alguns empresários, faz com que os trabalhadores acabem matando tudo o que se move”.

Por outro lado, Constanza Naredo, presidente da organização, ressaltou: “chamamos as pessoas de bom coração para que nos forneçam todas as informações que possam ter deste e de outros casos. Como instituição, faremos o possível para conseguir uma condenação exemplar”.

A organização civil afirmou que durante a manhã de quarta-feira (15) estaria entregando novas informações sobre o caso e formalizando a denúncia à Marinha, à Polícia e à Sernapesca pelo crime de maus-tratos animal e violação à Lei Geral de Pesca e Aguicultura.

Aviso: A imagem pode ferir a sensibilidade de algumas pessoas.

Chile brutalidade2

Fonte: El Dínamo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.