Bugio fêmea é devolvida à natureza nesta terça em Macaé, no RJ

Bugio fêmea é devolvida à natureza nesta terça em Macaé, no RJ

Uma fêmea de bugio foi devolvida à natureza nesta terça-feira (25) no Parque Municipal do Atalaia, em Macaé, no Interior do Rio. O animal foi batizado de Chita pela equipe do parque.

Chita foi a primeira fêmea da raça a ser capturada e devolvida ao habitat pela equipe ambiental da Prefeitura. Os outros quatro animais soltos eram todos machos.

O animal havia sido resgatado no dia 20 de setembro em um terreno baldio no bairro Ajuda e, estava sob os cuidados de equipes de fauna da secretaria de Ambiente e Sustentabilidade e do parque.

Ela passou por exames de malária e febre amarela e os resultados foram negativos, informou a Prefeitura. Chita está saudável, sem ferimentos e sem febre. Um michochip foi colocado para que ela possa ser identificada.

Segundo a Prefeitura, a esperança é que ela se adapte ao novo meio e procrie, pois com o surto de febre amarela, muitos bugios morreram.

“Por ser fêmea, é ainda mais fácil a adaptação em meio aos outros bugios. Já temos notificações de que alguns bugios, que estavam sumidos, após o surto, têm aparecido em vários pontos do município. E isso é um bom sinal contra a extinção a espécie”, disse o coordenador de fauna da secretaria, Fernando Barreto.

Bugio fêmea foi a primeira a ser devolvida à natureza em Macaé, no RJ. (Fotos: Prefeitura de Macaé/ Divulgação)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.