Caçador é multado em R$ 2,4 mil abate de três porcos silvestres

Caçador é multado em R$ 2,4 mil abate de três porcos silvestres
Caso aconteceu no feriado. Divulgação/PMA

No feriado (07), durante fiscalização na rodovia MS 306, no entroncamento com rodovia MS 316, região conhecida como do Gaúcho Pobre, Policiais Militares Ambientais de Costa Rica e fiscais do Imasul abordaram uma motociclista e na garupa havia dois sacos de nylon onde estavam acondicionados pedaços de carne. 

Segundo a PMA, o motociclista se mostrou nervoso e disse que a carne era de suíno doméstico, porém, ao analisarem, os Policiais perceberam que não se tratava do tipo de animal indicado pelo suspeito.

Dessa forma, o infrator de 54 anos, pedreiro, confessou que a carne era de catetos que ele tinha caçado com arma de fogo em uma propriedade rural no entorno do Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari, localizada no município de Alcinópolis e se prontificou a ir buscar a arma que estava escondida na fazenda. Quando foram à fazenda, a arma, uma espingarda calibre 22, foi encontrada escondida em um veículo.

Os policiais deram voz de prisão ao caçador, residente em Costa Rica, apreendendo a carne que pesada totalizou 24 kg, aparentemente de três animais silvestres, a arma de fogo e a motocicleta, que foram encaminhados, para a Delegacia de Polícia civil de Costa Rica. 

Por Elaine Silva

Fonte: Capital News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.