Caçador islandês cancela caça à baleia-fin

Caçador islandês cancela caça à baleia-fin
Foto: M. Cornelius / Shutterstock

Notícias encorajadoras vindas da Islândia de um dia para o outro contam que o único caçador de baleias e magnata da pesca, Kristján Loftsson, declarou que não irá retomar a caça às baleias-fin ameaçadas (ou baleia-comum) neste verão.

De acordo com reportagens da mídia islandesa, e similar ao ocorrido ano passado, Loftsson está culpando as dificuldades persistentes no mercado japonês como a razão por trás da sua decisão de cancelar a matança novamente. Esses problemas parecem ligados principalmente aos testes crescentes de contaminantes na carne de baleia exportada.

Contaminantes ambientais, tais como pesticidas e metais pesados, tendem a acumular em predadores maiores, como baleias e golfinhos, o que significa que a carne desses animais pode impactar negativamente a saúde humana. Oficiais japoneses descobriram que os níveis de contaminação das exportações da Islândia estavam muito altos para o consumo humano.

Foi previamente divulgado que muito da carne importada de baleias-fin em risco de extinção ficou parado em estoque, parte sendo inclusive utilizada em alimentos para cães no Japão.

O anúncio da suspensão da caça à baleia-fin pelo segundo ano na Islândia é uma grande notícia tanto para as baleias quanto para o país. A missão solitária de Loftsson de caçar essas criaturas magníficas está bem documentada e estraga a reputação internacional da Islândia de muitas formas. A razão verdadeira para Loftsson ter precisado procurar o Japão é porque os islandeses não tem interesse em consumir carne de baleia-fin.

Infelizmente, as notícias positivas de hoje estão obscurecidas pelo fato de que os caçadores de baleia irão para a baía de Faxaflói, na costa de Reykjavík, matar baleias-de-minke novamente este verão. O preocupante é que essas baleias estão sendo caçadas para alimentar turistas que visitam a Islândia, os quais foram levados a crer que a carne de baleia é tradicional no país. Na verdade, o consume de carne de baleia é muito baixo entre os islandeses.

Se você está planejando visitar a Islândia, pode ajudar a nossa campanha de proteção às baleias comprometendo-se a não comer carne de baleia e pedindo à Islândia que pare com a caça de uma vez por todas.

Por Sharon Livermore / Tradução de Carla Lorenzatti Venturini

Fonte: One Green Planet


Nota do Olhar Animal: Ótimo que a caça cesse, mas é lamentável que o motivo seja a contaminação da carne das baleias e não que tenha sido fruto de algum processo de conscientização / sensibilização para o respeito à vida destes seres. Ruim também porque essas baleias estão sendo vitimadas por poluentes, possivelmente adoecendo, sofrendo e tendo suas vidas abreviadas mesmo sem o abate para consumo.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.