Caçadores matam única girafa branca do Quênia e seu filhote

Caçadores matam única girafa branca do Quênia e seu filhote

Os últimos representantes da espécies rara de girafas brancas no Quênia já não vivem para tentar a sobrevivência: mãe girafa e seu bebê girafa foram abatidos por caçadores em Ishaqbini Hirola, um parque de preservação comunitária em que viviam.

O gerente do lugar confirmou o falecimento dos animais para a mídia. “Este é um dia muito triste para a comunidade e para o Quênia como um todo. O assassinato das girafas brancas é um regresso para a a conservação de espécies únicas e um pedido de socorro para que o mundo continue os esforços para protegê-las”, explicou Mohammed Ahmednoor.

A girafa branca foi morta por caçadores no Quênia.

O parque não se pronunciou com relação aos caçadores, tampouco como acessaram os limites da área de conservação. De acordo com imagens divulgadas pelo parque, os animais estavam com aparência esquelética antes de serem abatidas.

As girafas brancas se tornaram celebridades depois de descobertas, em 2017, e levadas para o parque para serem cuidadas. Especialistas explicaram, na época, que os animais não são albinos, mas são brancos por causa de uma condição chamada leucismo.

Fotos: Africa Check

1.

2.

3.

Fonte: Hypeness

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.