Cachorra machucada é resgatada de rio em Los Angeles e reunida com sua família – que é do Arizona!

Quando você está de férias em Los Angeles, nos EUA, você espera conseguir encontrar uma celebridade. Para uma turista, ela não viu nenhuma celebridade, mas alguém tão importante quanto – uma cachorra Mastiff ferida que precisava desesperadamente de ajuda. A Hope for Paws recebeu uma ligação sobre a cachorra que estava em um rio em Los Angeles perto de Santa Monica, e eles imediatamente foram ajudar.

Quando eles chegaram ao local, a equipe descobriu que este não seria um resgate fácil já que a cachorra estava bem na saída do rio – que vai para o oceano. A equipe criou uma barreira humana e conseguiu conter a cachorra segundos antes dela conseguir pular o muro para o oceano. Com coragem, a equipe conseguiu laçar a cachorra amedrontada para garantir que ela estivesse segura.

Felizmente, pedestres viram a equipe do Hope for Paws e chamaram os Bombeiros para ajudar. Logo, a doce cachorra, chamada Tinkerbell, foi colocada em uma gaiola e puxada para a segurança. Mas e história não terminou aqui!

De volta ao abrigo da Hope for Paws, o microchip de Tinkerbell revelou que na realidade ela era do Arizona! Felizmente, a equipe conseguiu entrar em contato com sua família e descobriu que eles tinham visitado a Califórnia algumas semanas atrás e que Tinkerbell se assustou, pulou pela grade e fugiu durante uma exibição de fogos de artifício. Graças à Hope for Paws e ao Departamento de Bombeiros de LA, Tinkerbell e sua família tiveram uma reunião emocionante.

A história de Tinkerbell nos lembra de sempre termos nossos animais de estimação microchipados. Se seu cão ou gato fugir, há uma chance bem maior de eles serem encontrados e voltarem para casa se tiverem um microchip. Mesmo se você não imagina que seu melhor amigo possa fugir, é importante se familiarizar com os procedimentos caso ele fuja.

Para conhecer mais sobre Hope for Paws, clique aqui.

Por Michelle Neff / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.