Cachorro atropelado esperou na neve por alguém que o salvasse

Cachorro atropelado esperou na neve por alguém que o salvasse

Vendo Charlie hoje, você nunca adivinharia que, menos de duas semanas atrás, ele estava à beira da morte, tremendo e sozinho. Mas agora ele tem incontáveis amigos – e um ótimo motivo para sorrir.

O sofrimento de Charlie começou no dia 11 de janeiro, quando ele foi atingido por um carro em uma rua no condado de Cabarrus, Carolina do Norte, EUA. A pessoa que o atropelou evidentemente não parou – senão ela teria visto que Charlie, apesar de estar gravemente ferido, ainda estava vivo.

Cachorro atropelado esperou na neve por alguém que o salvasse

Ao invés disso, o doce cão foi deixado para morrer sobre um pouco de neve à beira da estrada.

Felizmente, duas pessoas que estavam caminhando por lá encontraram Charlie antes que ele morresse. Elas usaram seus agasalhos para aquecê-lo até que um motorista que passava por lá parasse e se voluntariasse para leva-lo até o hospital.

Charlie foi levado ao Animal Hospital de Kannapolis. Apesar de estar estabilizado, logo ficou claro que ele ainda precisava de cuidados médicos urgentes.

Além dos cortes e machucados que ele sofreu na colisão, a pélvis de Charlie tinha sido esmagada. Uma cirurgia era possível, mas custaria cerca de US$ 4.000.

Já que o tutor de Charlie (se ele tinha um) não podia ser localizado, parecia que era uma causa perdida – mas então algo incrível aconteceu.

Um parente de um dos bons samaritanos que ajudou a resgatar Charlie da rodovia lançou uma página no site GoFundMe na esperança de levantar fundos para a cirurgia. E somente em alguns dias, mais de 180 pessoas por toda a comunidade coletaram todo o dinheiro necessário para ajudar o cão que tinha sido deixado para morrer.

Para a veterinária assistente Heather Russell, a chuva de apoio por Charlie foi quase inacreditável.

“Honestamente, eu estou sem palavras. Eu amo animais e faço resgates, mas ter tantas pessoas aparecendo para ajudá-lo foi algo incrível”, Russell contou ao The Dodo. “Eu nunca poderei agradecer o suficiente!”.

E, obviamente, a cirurgia de Charlie foi um sucesso – e ele não para de sorrir desde então.

Ainda vai levar um tempo até que Charlie fique completamente curado, mas ele já está ficando de pé sozinho.

“Ele está indo muito bem, se recuperando bem!”, disse Russell. “Ele é um lutador e só quer andar por todo lugar”.

Na realidade, logo ele poderá ir para um lar definitivo. Charlie já recebeu várias ofertas de adoção, que Russell começará a verificar nos próximos dias – mas ela está fazendo ainda mais para manter outros cães seguros também.

As leis variam de estado para estado em relação a atropelamentos com omissão de socorro envolvendo animais, mas na Carolina do Norte, as consequências são nulas. Russell começou uma petição pedindo que seja ilegal atropelar um animal e deixá-lo para sofrer à beira da estrada.

Clique aqui para acrescentar seu nome na petição.

Por Stephen Messenger / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.