Foto: Divulgação / Subsecretaria de Bem-Estar Animal

Cachorro baleado durante operação da Polícia Militar morre no Rio

O cachorro Guilherme, que foi baleado durante uma ação da Polícia Militar na Vila Aliança, morreu na manhã desta sexta-feira (29). Ele chegou a ser operado na Fazenda Modelo na quarta-feira (27) e depois foi transferido para uma clínica particular, mas não resistiu aos ferimentos.

A veterinária Dahyam Vieira, da Prefeitura do Rio, fez o primeiro atendimento e disse que o animal foi levado pelo próprio dono.

“Ele tinha perdido muito sangue. O sinistro aconteceu às 8h e ele chegou no posto por volta das 10h. Já tinha perdido bastante sangue quando chegou para a gente”, contou a veterinária.

Ela explicou ainda que foi necessário realizar a amputação da pata porque o cão estava com o osso destruído e continuava perdendo sangue. Segundo ela, o cachorro Guilherme teve que fazer uma transfusão de sangue.

Cachorro é atingido por bala perdida em Bangu e tem pata amputada

“Uma clínica forneceu uma bolsa e a gente conseguiu um cachorro doador”, disse Dahyam.

O presidente da Comissão de Defesa Dos Animais da Câmara Municipal do Rio, Luiz Carlos Ramos Filho, pediu rigor nas investigações sobre a ação na Vila Aliança, que terminou com o animal baleado.

“É uma crueldade que precisa ser investigada e rigorosamente punida, para que não se repita”, lamentou vereador Luiz Carlos Ramos filho.

Fonte: G1

Moradores acusam policial do Bope de atirar em cachorro na Vila Aliança, em Bangu, no Rio

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.