Cachorro com um olho ainda ama todos os humanos mesmo depois de sofrer um trauma com arma de fogo

Cachorro com um olho ainda ama todos os humanos mesmo depois de sofrer um trauma com arma de fogo

Uma cadela que foi alvejada na cabeça e depois agredida com um martelo encontrou seu lar definitivo e agora ama cada ser humano que encontra.

Assista ao vídeo clicando aqui.

Bubbles, uma mestiça de Bull Terrier, foi levada para um abrigo de cães quando tinha apenas seis meses de idade depois de sofrer ferimentos graves em um ataque cruel.

O olho direito da filhota precisou ser removido depois que ela foi alvejada à queima-roupa, sendo que a bala quebrou sua mandíbula e o ouvido interno. Uma tomografia também revelou que a mandíbula começou a cicatrizar incorretamente, o que significava que ela somente poderia abrir a boca meia polegada.

Assim que Kilyn Horton Blanchard, 51 anos, e seu marido Ike Blanchard, 56 anos, encontraram Bubbles no abrigo de cães onde eram voluntários em setembro de 2017, souberam que precisavam tê-la em suas vidas.

O casal, que possui um serviço móvel de banho de cães em Houston, Texas, estava prestes a ir para casa quando foi apresentado ao filhote. “Ela estava deitada em seu canil, mas quando nós o abrimos, ela veio e enterrou sua cabeça no meu peito e só queria ser abraçada”, explicou Kilyn.

Kilyn e Ike tomaram então a decisão lhe dar lar temporário, e Kilyn disse que eles “souberam instantaneamente que queriam ser uma parte da sua vida”. Eles a levaram para casa alguns dias mais tarde.

Agora, mais de dois anos depois, após quatro cirurgias para remover a bala, o ouvido direito inteiro dela, uma parte de sua mandíbula e seu olho direito, com cada qual ela lidou “como uma campeã”, Kilyn disse que Bubbles é uma cadela amável e confiável que anseia pela atenção humana.

fotos: Media Drum World

Não apenas isso, mas Bubbles ainda ajuda a espalhar a conscientização sobre a crueldade animal, pois Kilyn e Ike levam a cadela constantemente para um vários eventos, não apenas para socializar, mas também para “falar sobre sua história e conscientizar as pessoas de que a crueldade animal existe e, infelizmente, é muito comum”.

Kilyn disse:

“Ela ama encontrar crianças e é tão gentil com elas. Constantemente nós estamos tentando fazê-la trabalhar com diferentes animais resgatados para espalhar a conscientização da crueldade animal incluindo indo a escolas e falando para pessoas jovens sobre como cuidar dos animais propriamente.

Nós queremos compartilhar a sua história, mas focamos principalmente no seu futuro e em mostrar às pessoas que, apesar do seu passado ter sido duro, isso não tem que determinar o seu futuro. Nós ainda queremos encorajar gentileza e generosidade entre os outros.”

Bubbles também tem sua história em sua própria página no Instagram e até agora acumulou mais de 67.000 seguidores, não apenas por causa de suas adoráveis fotos, mas porque sua página também ajuda a criar consciência para outros filhotes feridos como este:

Apesar do seu passado, Kilyn diz que a atitude de Bubbles é “absolutamente incrível considerando o que ela atravessou”, e adiciona: “Ela ama todo mundo e realmente chama a atenção deles. Ela ama cada pessoa e quer brincar com cada cachorro que encontra. Ela não parece carregar qualquer lembrança do seu passado ou guardar qualquer rancor”.

Ela diz que ter Bubbles como parte da família mudou sua vida para melhor, e “abriu nossos olhos para a crueldade que existe ao nosso redor e a necessidade de os humanos intensificarem e ajudarem os inocentes que não podem se defender sozinhos”.

Que boa garota!

Por Lucy Connolly / Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: Unilad

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.