Cachorro é atacado com golpe de facão em Ouro Preto, MG

Cachorro é atacado com golpe de facão em Ouro Preto, MG
Divulgação.

No domingo (29), um cachorro foi resgatado e socorrido após ser encontrado com graves ferimentos no pescoço, possivelmente provocados por um golpe de facão, no bairro Morro Santana, em Ouro Preto.

A situação preocupante foi divulgada pela Ong Instituto de Defesa dos Direitos dos Animais (IDDA) Ouro Preto/Mariana. O animal está sendo atendido na Clínica Veterinária Habitat, graças a uma parceria com o protegeopet.

De acordo com o IDDA, o cachorro é tutorado e ficou mais de três dias vagando pelas ruas da região. A ong informou que o cachorro já estava sendo negligenciado e abandonado há algum tempo, e um morador do bairro teria o esfaqueado.

O IDDA expressou seu cansaço diante de tanta negligência e crueldade contra os animais. Eles estão buscando justiça e informaram que estão contando com o auxílio da Polícia Militar e do Instituto Habitar para tomar as medidas cabíveis.

A ong também está buscando apoio financeiro para cobrir os custos do tratamento do cachorro. Quem desejar ajudar pode fazer doações pelo Pix, com a chave: 23.704.370.0001/05.

O cachorro foi batizado com o nome de Francisco. Após uma avaliação veterinária, foi constatado que ele apresenta um quadro de saúde grave. Além dos ferimentos graves causados pela agressão, ele também sofre de infecção generalizada, desnutrição severa, caquexia e problemas dermatológicos. Suspeita-se que ele tenha uma lesão no membro pélvico e uma fratura dentária. O cachorro é idoso e foi negligenciado por um longo período. Ele chegou à clínica veterinária com dor intensa, em estado de choque e faminto, mas após receber medicações, já conseguiu se alimentar e beber água.

Devido à profundidade da lesão e à infecção, a sutura inicial não é possível. Os veterinários realizaram um curativo e planejam atualizar seu quadro de saúde em breve.

A ong está solicitando ajuda da comunidade para encontrar um lar temporário para o cachorro assim que ele receber alta. É necessário um local seguro onde ele possa se recuperar e receber cuidados adicionais.

Fonte: Sou Notícia