Cachorro é brutalmente assassinado a facadas em Picos, PI; veja nota da APAPI

Cachorro é brutalmente assassinado a facadas em Picos, PI; veja nota da APAPI
Foto: Reprodução

Neste final de semana, um cachorro foi brutalmente assassinado a facadas, no Residencial Lousinho Monteiro, na cidade de Picos. O suspeito trata-se do próprio tutor do animal.

Na redes sociais, a ONG Amigos Protetores dos Animais de Picos (APAPI), publicou uma nota lamentando o crime.

“É inaceitável a crueldade cometida contra os animais. Exigimos justiça para o cachorro brutalmente assassinada pelo próprio “tutor”, disse a ONG.

Na publicação a ONG, ainda relatou que o motivo do crime foi por conta do cachorro ter acompanhado o tutor ao sair de casa.

“Não podemos tolerar mais esse tipo de atrocidade. Que o responsável seja punido conforme as leis de proteção aos animais e responsabilizado pelo crime que cometeu. A sociedade clama por justiça e esperamos que as autoridades ajam com rigor nesse caso, aplicando as medidas previstas para casos de maus-tratos, de acordo com a legislação vigente”, desabafou a APAPI.

A APAPI voltou a fazer uma nova publicação lamentando novamente o crime, e na oportunidade pediu ajuda para que as autoridades e toda população abrace a causa da ONG que protege os animais.

Veja a nota da APAPI na integra

Cachorro é brutalmente assassinado a facadas em Picos; veja nota da APAPI

“Diante da notícia veiculada, é com profundo pesar que lamentamos o ocorrido. Sempre deixamos claro, que toda vida importa seja ela humana ou não.

Nós protetores e defensores da causa animal sempre buscam o melhor para ambas as partes. Retirar os animais das ruas e os colocar para adoção sempre foi nossa prioridade, o que sozinhos, infelizmente, é impossível.

Vale lembrar também, que esses animais são de responsabilidade do Estado, município e de toda a população em geral, sem distinção. Não adianta tirarmos três ou mais animais da rua se ainda existe as situações de abandono.

Nossa prioridade é o bem-estar animal e por consequência o bem-estar coletivo. Nosso trabalho voluntário existe para evitar que fatalidades como a ocorrida se tornem constantes. Lamentavelmente, não temos abrigo e muito menos espaço para abrigar todos os animais.

Então deixamos aqui nosso apelo a toda sociedade para que, juntos, cobremos uma solução. Situações como essa deveriam ser evitadas se todos nos déssemos as mãos para seguirmos as regras”,

Atenciosamente, Diretoria da APAPI

Por Jucelma Sales

Fonte: Canal 121

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.