Cachorro é esfaqueado na cabeça e grupo faz campanha para pagar tratamento, em Pires do Rio, GO

Cachorro é esfaqueado na cabeça e grupo faz campanha para pagar tratamento, em Pires do Rio, GO

Um cachorro que vive pelas ruas de Pires do Rio, no sudeste de Goiás, foi esfaqueado na cabeça e foi levado às pressas por voluntários para um veterinário. Agora, o grupo de protetores de animais faz uma campanha para tentar arrecadar o dinheiro para pagar o tratamento. Amarelão, como é chamado, corre o risco de ficar cego.

O animal apareceu na região da Praça do Mercado há cerca de três meses e sempre foi bem cuidado pelos moradores e comerciantes. Porém, na madrugada de terça-feira (12), o cachorro foi visto sangrando e com um corte na cabeça.

“Ele estava muito fraco, perdeu muito sangue, precisamos fazer uma transfusão. A facada pegou próximo do nervo do olho, então não sabemos se ele ficará cego ou não. Ele já tinha perdido a visão de um olho e, agora, corre o risco de perde do outro”, disse Adriana Luciana Mendonça, voluntária da Associação Protetora de Animais Abandonados (Aproaab).

Amarelão é um cachorro de grande porte, pesa cerca de 30 kg e o grupo acredita que ele deva ter 4 ou 5 anos de idade. O caso foi denunciado à Polícia Civil, para que seja investigado.

Agora, o grupo precisa de ajuda para pagar os gastos com o veterinário. “Ainda não sabemos exatamente em quanto vai ficar, porque depende do tanto de tempo que ele vai precisar ficar internado. Ele também vai precisar de outros cuidados, tomar remédio”, disse.

Os interessados em ajudar podem procurar as páginas Protetores da Vida, da Aproaab, nas redes sociais.

Amarelão está internado em clínica veterinária de Pires do Rio — Fotos: Arquivo Pessoal/Adriana Luciana

Por Vitor Santana 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.