Cachorro em cadeira de rodas, devolvido 4 vezes ao abrigo é adotado por um homem com a mesma condição

Cachorro em cadeira de rodas, devolvido 4 vezes ao abrigo é adotado por um homem com a mesma condição

E que companhia melhor do que um ser amoroso que entende exatamente como podemos nos sentir diante das dificuldades.

Essa realidade é o que tornou um homem e um filhote os melhores amigos, porque ambos compartilham a mesma condição: estão em cadeiras de rodas.

O pequeno Bandit levou uma vida de rejeição até encontrar sua alma gêmea, Darrel.

O cachorro havia sido adotado em quatro ocasiões, e sempre acabava voltando ao abrigo, porque as famílias consideravam que sua condição e os cuidados que o pequeno exigia eram esmagadores.

No entanto, para Darrel que compartilhava sua mesma condição, não havia um trabalho tão difícil que não pudesse ser realizado com muito amor.

Bandit, como ele, estava em uma cadeira de rodas.

Darrel pode entender perfeitamente quais eram as necessidades desse peludo e o homem generoso estava disposto a satisfazê-las completamente.

Quando Darrel e sua esposa, Sue Riderlo, viram a criatura pela primeira vez na página do programa Gwinnett Jail Dogs Program no Facebook, eles se apaixonaram imediatamente pelo animal.

Eles sabiam perfeitamente o que significava lidar com uma cadeira de rodas e isso não era justificativa para negar ao peludo o amor de uma família verdadeira.

Para Darrel não havia muito em que pensar, seu coração estava gritando para ele fazer a coisa certa e ele decidiu entrar em contato com o abrigo na Geórgia para conhecer e adotar o filhote.

“A parte mais intrigante do Bandit é que ele e eu compartilhamos o mesmo tipo de paralisia e usamos uma cadeira de rodas para poder nos locomover.

Como Sue e eu sabemos como é viver em uma cadeira de rodas, sabíamos o que era preciso para o Bandit. Também sentimos uma conexão muito mais profunda”, escreveu Darrel, orgulhoso.

O processo de adoção durou quase um mês, então a família aproveitou esse tempo para condicionar sua casa.

Embora todo mundo estivesse feliz de Bandit finalmente encontrara a família certa, muitos no abrigo sentiriam falta de sua presença por lá.

“Ele significou tanto para todos nós no centro de detenção que agora é muito estranho entrar na unidade e não vê-lo correndo em sua direção.

Ele sente falta da casca áspera e do sorriso que sempre parecia ter no rosto peludo ”, disse uma voluntária do abrigo, Lori Cronin.

Esse amiguinho teve que passar por episódios dolorosos de rejeição e abandono, mas agora tudo valeu a pena.

Bandit rapidamente se acostumou com sua nova casa e gosta muito da companhia de seu pai, que se tornou seu grande amigo e protetor.

Compartilhe esta história e ajude-nos a inspirar o mundo, porque para todos existe um lugar ideal neste planeta, compartilhe e não os abandone, eles precisam de nós!

Emocionante! Que final belíssimo para o pequeno Bandit.. Vidas tremendamente importantes unindo experiências, e unidos pelo amor à uma vida que importa. Gratidão!

Fonte: Zoorprendente.com via Vida que Importa

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.