Cachorro que se encontrava em estado de total abandono resgatado em Cipolletti, Argentina

Cachorro que se encontrava em estado de total abandono resgatado em Cipolletti, Argentina

O Ministério Público Fiscal de Cipolletti, Argentina, solicitou um mandado para inspecionar uma loja na qual havia um cachorro em estado de total abandono. O mesmo foi colocado em um abrigo seguro e realizou-se o tratamento correspondente para sua recuperação física.

A situação foi informada à fiscalização por telefone, por parte de um vizinho que descreveu que, na rua Fray Mamerto Esquiú número 1100, havia um animal em uma loja em situação de abandono e com sinais claros de desnutrição.

Os policiais da 79ª Subcomissária foram acionados para confirmar a informação e averiguar as informações, e encontraram exatamente a situação descrita pelo vizinho da loja, de tal maneira que a denúncia procedeu e solicitou-se um mandado para inspecionar e para colocar o cão em um local seguro para adoção de animais, onde uma voluntária ofereceu abrigo.

As atuações estão a cargo da fiscal do caso, Rocío Guiñazú, e da adjunta da procuradoria, Yessica Montenegro, e se enquadram na Lei Nacional nº 14.346 que sanciona a crueldade e as situações que contemplam os maus-tratos a animais. A lei mencionada dispõe, entre outros casos, que quem não alimenta em quantidade e qualidade suficientes os animais domésticos ou cativos é uma forma de maus-tratos.

A Juíza de Garantias, Laura González Vitale, autorizou a medida que teve lugar no dia primeiro de julho de 2020. Da mesma, participou o pessoal da 79ª Subdelegacia, o pessoal de zoonoses do Município de Cipolletti e o médico veterinário que cumpre funções na Polícia do Río Negro, Sergio Gómez. (Fonte: Imprensa do Ministério Público).

Tradução de Maira Lavalhegas Hallack

Fonte: El Cordillerano (Jornal do Ministério Público)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.