Cachorros acorrentados: a luta de uma ativista contra essa prática cruel

Cachorros acorrentados: a luta de uma ativista contra essa prática cruel

Uma mulher da Carolina do Norte que está cansada de ver cachorros viverem acorrentados está lutando para tornar essa prática ilegal – de uma vez por todas.

Donna Hughes, a mulher por trás desse movimento que tem crescido rapidamente, já coletou mais de 977.000 assinaturas para o seu abaixo-assinado no Change.org.

Donna luta pela proibição da prática de manter cachorros acorrentados em sua cidade, tendo como objetivo mais amplo inspirar outros protetores de animais a fazerem o mesmo em outros locais dos EUA.

Ela sempre amou animais e foi inspirada a lutar por essa causa após ver o cachorro de seu vizinho passar a vida toda acorrentado, enfrentando todo tipo de clima.

“Eu nunca tinha notado muito esse cachorro, mas um dia estava chovendo muito, com relâmpagos”, explica ela, “e eu vi no meu caminho para o trabalho que o cachorro estava lá – acorrentado. Nós tivemos uma tempestade de neve bem severa e eu vi que o cachorro estava acorrentado na neve. Não importava o clima, mesmo se a temperatura estivesse 18 graus abaixo de zero, eles ainda deixavam o cão do lado de fora.”

Donna e seus vizinhos ligaram várias vezes para o órgão de proteção animal local, mas eles não podiam fazer nada, porque a prática de manter cachorros acorrentados é legalizada cidade. “Para mim não há nenhuma lógica em manter essa prática legalizada,” disse ela.

EUA carolinadonorte screen shot 2015 04 10 at 12 02 10 pm png

“Se eu fosse um cachorro e ficasse acorrentado 24 horas por dia, 7 dias por semana, essa seria a pior coisa que você poderia fazer para mim,” acrescenta Donna. “Eu odiaria isso. Se alguém queima ou tortura um cão, eles são presos. Então manter um animal acorrentado 24 horas por dia, 7 dias por semana  é diferente? Não muito”.

A luta de Donna começou na Carolina do Norte, mas está alcançando um público bem mais extenso.

Sua história se tornou conhecida por celebridades (como a cantora Wynonna Judd, a atriz e cantora Christina Bianco e a designer Lisa Vanderpump) e tocou o coração de crianças que eram adeptas dessa prática.

Donna também é cantora e compôs uma canção chamada “Dog On A 10 Foot Chain,” (Cachorro preso em uma corrente de 3 metros), que foi inspirada na causa. Ela disse que compôs a canção em uma noite onde não conseguia dormir pensando nesses cães torturados.

A canção tem impactado especialmente crianças do ensino infantil, que representam a próxima geração de tutores de cachorros.

“Eu achei que as crianças ficariam tão entediadas comigo que elas iriam querer estar em qualquer outro lugar,” disse Donna sobre uma apresentação recente. “No entanto, cada vez que eu cantava a música, todas as crianças choravam.”

Atualmente ela está compondo uma canção mais divertida – “I Kissed A Dog On The Mouth” (Eu beijei um cachorro na boca) – para deixar o clima mais leve após cantar a música inicial durante as visitas às escolas.

Você pode assistir abaixo ao video de “Dog On A 10 Foot Chain”:

Donna sente que as emoções das crianças foram uma resposta apropriada à canção.

Apesar das leis em muitas partes do país permitirem que cães sejam acorrentados, muitas organizações de proteção animal, como a Humane Society, defendem a causa juntamente com Donna. “É responsabilidade do tutor conter seu cão, assim como é sua responsabilidade prover atenção e socialização adequados,” disse a Humane Society. “Deixar um animal preso para que ele possa ter acesso ao ar fresco é aceitável, desde que seja por um curto período ou enquanto esteja com alguém. No entanto, manter um animal amarrado por longos períodos nunca é aceitável.”

Se você quiser se juntar à causa de Donna, por favor, visite sua página no Change.org onde você poderá aprender como combater a prática de deixar cachorros acorrentados em suas cidades e comunidades.

Por Amanda Bernocco / Tradução de Nisia Dolores

Fonte: HNGN

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.