Cadáver de animal morto em cavalgada desaparece no Tocantins; Adapec investiga

Cadáver de animal morto em cavalgada desaparece no Tocantins; Adapec investiga

Após a grande repercussão sobre a morte de animais durante a cavalgada de Pium (TO), no último fim de semana, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) disse que não foi comunicada com antecedência sobre o evento e já está investigando o caso.

Um técnico da agência chegou a ir até o local onde um dos animais morreu, mas ele já havia sido retirado, restando apenas sangue no asfalto.

Em nota enviada ao AF Notícias, a Adapec disse que busca saber quem é o dono do animal e qual a destinação dada ao cadáver para averiguar posteriormente se houve maus-tratos ou alguma zoonose, categoria de doenças que também podem afetar o ser humano.

Caso confirmado maus-tratos, a Adapec disse que o caso será encaminhado à delegacia de Polícia Civil. Mas se for constatada alguma zoonose, a agência disse que tomará as providencias sanitárias cabíveis.

Questionada sobre quem são os responsáveis pela cavalgada, a Adapec indicou o Sindicato Rural de Pium, com apoio da prefeitura, que deveriam oferecer estrutura adequada para o bem estar animal.

“A Adapec afirma que tem condições estruturais e de pessoal para fiscalizar os eventos pecuários cadastrados e legalizados. Já os eventos abertos, como cavalgadas e tropeadas se tornam um desafio pela abrangência de espaço e quantidade de animais envolvidos”, disse na nota.

No dia 24 de abril de 2019, ou seja, antes da cavalgada, a Adapec disse que emitiu orientações ao Sindicato Rural de Pium sobre a realização  de eventos fechados dentro da Exposição Agropecuária do município, mas não foi informada em nenhum momento sobre a organização da cavalgada.

“A Adapec reafirma o compromisso com a segurança sanitária dos animais, com a prevenção, controle e combate a doenças sanitárias, visando impedir a disseminação da doença, protegendo assim, o rebanho de equídeo tocantinense”, afirmou.

Maior cavalgada do mundo

O caso também causa preocupação porque vários municípios do Tocantins promovem esse tipo de evento nesta época do ano. Em Araguaína, por exemplo, a tradicional cavalgada está prevista para ocorrer no próximo domingo (09).

A cavalgada de Araguaína é considerada a maior do mundo, reúne milhares de pessoas e deve ocorrer debaixo de altas temperaturas que estão sendo registradas na cidade nos últimos dias.

Fonte: AF Notícias 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.