Cadela com parte do corpo queimada é resgatada por moradores em Sousa, PB

Cadela com parte do corpo queimada é resgatada por moradores em Sousa, PB
Cadela pede ajuda aos moradores locais – Imagem Arquivo pessoal

Todos os animais deveriam ser tratados com amor e jamais serem maltratados. No entanto, sabemos que ainda é um sonho e a realidade é totalmente diferente, pois todos os dias animais são vítimas de agressões e maus-tratos. Por outro lado, com o intuito de conscientizar as pessoas trazemos hoje (11/04) aqui no Blog Pets do Folha GO a história de uma cadela vítima de agressão e teve parte do seu corpo queimado, mas felizmente teve um final feliz.

Cadela vítima de agressão pede ajuda

Todo os dias milhares de animais são vítimas de maus-tratos. Principalmente os animais de rua, eles estão mais sujeitos a crueldade humana que os demais. Foi o que aconteceu com uma cadelinha de rua na cidade de Sousa, na Paraíba.

Ela sempre viveu a mercê da bondade alheia para sobreviver. Como morava na rua, os moradores locais sempre a alimentava e, dessa forma, ela sempre estava por perto.

Em uma manhã, uma das moradoras que colocava comida para os cães de rua, percebeu que o corpo da cadelinha, chamada Luiza, estava coberto de uma substância pegajosa e oleosa, que certamente lhe preocupou.

“Luiza não quis comer de jeito nenhum, ficou andando perto de mim e me olhava como quem pedia ajuda” – conta Patrícia, moradora local. Ao perceber do que se tratava a mulher levou a cadelinha para o Hospital Veterinário da Faculdade do IFPB que fica naquela região.

No entanto, pouco se sabia sobre o que tinha acontecido e como era um animal de rua ninguém se responsabilizou.

A equipe de veterinários iniciou os cuidados necessários para limpeza dos ferimentos, bem como as medicações para prevenir e tratar a infecção.

Luiza permaneceu internada no Hospital Veterinário por vários dias, e também recebia tratamento digno. Além disso, os alunos e estagiários a levavam para passear. Desse modo, Luiza conquistou o coração de todos e logo ganhou carinhos da equipe.

Uma nova chance para Luiza

Mas felizmente, quando já apresentava uma melhora significativa, Luiza recebeu alta parcial e uma voluntária a levou para sua casa para continuar a supervisão e os cuidados necessários.

A cachorrinha se adaptou bem ao novo lar. E claro, ela recebeu todo o amor e carinho que um animal merece e pôde se recuperar aos poucos.

Luiza recebe os cuidados necessários – Imagem: Arquivo pessoal

No entanto, a nova tutora Jamile, conta que a recuperação se mostra lenta e que Luiza ainda não está complemente curada. Pois os ferimentos ainda  incomodam e os pelos na região atingida não voltaram a crescer.

A história de Luiza emociona a todos que tiveram contado com ela. Desde os veterinários, alunos, professores e até mesmo os moradores locais. Uma outra moradora, também relata que a cachorrinha sempre foi dócil e nunca atacou ninguém, todos gostavam dela.

Por fim, reforçamos a importância de conscientizar as pessoas sobre os cuidados com os animais e que maltratar um animal é crime e pode levar o agressor a cadeia.

Embora, nunca tenham descoberto quem fez isso com Luiza, a cadelinha pôde receber todo amor e respeito de uma família que se dispôs a acolhê-la.

Infelizmente, esse não é o primeiro, e certamente, não será a último caso em que pessoas maldosas causam danos aos animais. Portanto, cabe a cada membro da sociedade dizer não aos maus tratos a animais. Denuncie às autoridades da sua cidade através do 190.

Por Daniela Marinho

Fonte: Folha GO

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.