Cadela ‘Dura’ já anda sozinha depois de resgatada por empresário e operada em Vila do Conde, Portugal

Cadela ‘Dura’ já anda sozinha depois de resgatada por empresário  e operada em Vila do Conde, Portugal
Cadela ‘Dura’ já anda sozinha depois de resgatada por empresário da Póvoa e operada em Vila do Conde

A cadela Dura esteve 21 horas abandonada em sofrimento num terreno agrícola, depois de ter sido atropelada, em Barcelos. Agora, está a recuperar, com a ajuda de um grupo de voluntários liderado pelo empresário da Póvoa Carlos Leituga.

Dura foi atropelada na madrugada de 5 de abril. De acordo com o jornal Correio da Manhã, a GNR e uma equipa de um canil estiveram no local, mas acabaram por não concretizar o resgate pelo animal estar dentro de um terreno privado.

Depois de resgatada, a cadela foi operada no Hospital Veterinário de Vila do Conde, com 50 a 70% de hipóteses de ficar bem.

O próprio nome, Dura, foi escolhido “pela simples razão de ter sido tão dura e aguentar o tempo todo a sofrer e não desistir de viver”, explica numa publicação na rede social Facebook Carlos Leituga, que lidera o grupo de voluntários responsáveis por Dura. Esse espírito parece não a ter abandonado: ao longo dos dias, as partilhas mostram a recuperação positiva da cadela.

A partilha mais recente, datada de terça-feira, mostra Dura a dar vários passos sozinha, sem qualquer ajuda, após a operação. “É sem dúvida uma guerreira esta menina. A Dura está a recuperar de uma forma espetacular e impensável. Realmente a recuperação mesmo aos olhos dos profissionais está a ser um sucesso”, escreveu Carlos Leituga.

Para ajudar nas despesas veterinárias da cadela Dura, Carlos Leituga disponibilizou o IBAN PT50004514674024223090693 ou o número MBWay 925564070.

Fonte: Mais Semanário / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.