Cadela é adotada após ficar quase seis anos no CCZ da Serra, ES

Cadela é adotada após ficar quase seis anos no CCZ da Serra, ES

ES Serra cadela adotada

Esta é uma história diferente de muitas outras, tem um final feliz. Quem se lembra da Filó? Aquela cadelinha que viveu quase seis anos trancada numa gaiola no Centro de Controle de Zoonoses da Serra? Pois é amigos, Filó foi adotada e está muito feliz.

Quem abriu os braços e o coração para receber a cachorra em sua casa foi uma moradora de Vila Velha, Monata Perez Wanderley que adotou Filó na Feira de Adoção da ong Amizade é um Luxo, no último dia 17, em Carapina.

A cachorra que já não é mais uma menininha, tem uma idade avançada e sensibilizou Monata com sua história de abandono.

“Sempre tive animais, fiquei sensibilizada com a história da Filó, ela está se adaptando devagar pelo fato de existir outros animais na minha casa. Já é idosa, não sei precisar a idade, mas acompanhei por muito tempo o drama dela e torci para ela fosse adotada. Como ninguém apareceu fui buscá-la”.

ES Serra cadela adotada2

Monata disse ainda que conviver com Filó está sendo uma experiência gratificante já que a cadela é um doce. “Acho que animais de mais idade são ótimas companhias para pessoas mais idosas. Adorei ter adotado um animal de CCZ, pois merecem uma chance de serem livres e felizes”.

Da ong Amizade é um Luxo, Yara Guimarães, disse que a adoção de Filó emocionou a todos os presentes na feira. “Foi uma satisfação imensa. Não só minha como de todo o grupo. Desde que começamos as feiras, Filó ia e voltava, às vezes ficava só ela. Estranhamente ela parecia perceber a situação. Todos nós ficamos emocionados com Monata e Filó. Foi uma adoção muito especial e desejamos que sejam muito felizes”.

Confira alguns dos cliques que foram feitos pela ong na época em que Filó ainda esperava por um lar:

ES Serra cadela adotada3

ES Serra cadela adotada4

ES Serra cadela adotada5

ES Serra cadela adotada6

ES Serra cadela adotada7

ES Serra cadela adotada8

Fonte: Tempo Novo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.