Cadela salva por bombeiros após incêndio em Londrina (PR) morre em hospital veterinário

Cadela salva por bombeiros após incêndio em Londrina (PR) morre em hospital veterinário
Foto: Reprodução Internet

O Hospital Veterinário da Universidade Estadual de Londrina (UEL) confirmou na manhã desta sexta-feira (6) a morte da cadela “Madonna”, resgatada por bombeiros do 3º Grupamento de Londrina após um incêndio que destruiu uma casa de madeira na rua Joana D’Arc, no jardim Alá, zona leste de Londrina. A filhote de pitbull, que tinha apenas dois meses de vida, teve 70% do corpo queimado e não resistiu aos graves ferimentos.

O corpo médico responsável pelo tratamento informou ao Portal Bonde que a inalação da fumaça fez com que o animal perdesse muito líquido, comprometendo assim o funcionamento de órgãos vitais, como os pulmões, por exemplo. Os proprietários estiveram no hospital para assinar o termo de óbito e recolher o corpo da cadela.

“Madonna” foi doada por uma vizinha à família que teve a casa destruída e perdeu praticamente tudo. Apesar da perda do xodó, eles continuam recebendo doações e muita solidariedade de quem se sensibilizou com a história. A residência de madeira foi completamente consumida pelas chamas. Os quatro sobreviventes, incluindo uma criança de apenas quatro anos, correram para os fundos e foram resgatados por vizinhos.

Nas redes sociais, o caso chamou atenção e a mobilização de internautas foi grande. A aposentada Antônia Pires Aguiar Vicente, vizinha da residência atingida pelo fogo, disse que “já perdeu as contas de quantas viagens precisou fazer para pegar as doações, como fogão, geladeira, sofá, microondas e roupas”. Tudo está sendo armanezado nas casas de familiares. “Tem muita gente ajudando, graças a Deus. Não restou praticamente nada”.

Por Rafael Machado

Fonte: Bonde 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.