Cadelas abandonadas na UFRPE dão à luz 16 filhotes que esperam por adoção

Cadelas abandonadas na UFRPE dão à luz 16 filhotes que esperam por adoção

Corredores ao redor da universidade são pontos frequentes de abandono de cães e gatos.

Por Lucas Moraes

O espaço dividido entre estudantes, professores e funcionários da Universidade Federal de Pernambuco (UFRPE), no bairro de Dois Irmãos, Zona Norte do Recife, passou a ser pequeno para a grande quantidade de animais abandonados por populares. Atraídas pelo curso e o hospital veterinário do local, as pessoas largam os animais à própria sorte e sob a tutela de alguns estudantes. Somente no último fim de semana, duas cadelas deram à luz 16 animais, que, agora, assim como outras dezenas de pets, precisam ser adotados.

Há alguns meses, as duas cachorrinhas foram deixadas junto a outro cão na UFRPE. Ele conseguiu adoção; já elas, na última sexta-feira (2), trouxeram ao mundo mais 16 filhotes, que passaram a ser 15 após a morte de um deles. Sensibilizada com a situação, a estudante do 6º período de medicina veterinária Sandrielly Watuse, 26, juntou-se a outros amigos estudantes para cuidar e tentar achar um lar para os filhotes e suas genitoras.

“É comum as pessoas deixarem animais aqui, principalmente próximo ao restaurante universitário, onde as pessoas sempre deixam comida mas não têm condições de prolongar os cuidados com os bichos. Por conta do hospital e do curso de veterinária, as pessoas pensam que é fácil deixar cachorros e gatos aqui. Adotamos alguns, mas é difícil, são muitos”, desabafa.

Junto aos demais estudantes, Sandrielly reveza as despesas com alimentação e o tempo desprendido para cudidar das cadelas e dos filhotes. Pensando em dar um futuro diferente dos outros pets que já vivem a realidade do abandono na UFRPE, a estudante conta com a ajuda da população para encontrar um novo lar para os cãozinhos.

PE Recife cadelasluz 2

Adoção

Os filhotes e as duas cadelas estão sempre no corredor próximo ao prédio do curso de biologia. Para adotar todos ou apenas um dos animais é possível entrar em contato através do telefone: (81) 99164-7334.

Em nota, a Administração Superior da UFRPE reconhece o problema do abandono de animais, dentro e ao redor do campus. Segundo a universidade o ato é feito por pessoas que talvez acreditem que haverá acolhimento e cuidados por parte da Universidade. No entanto, a Instituição explica que não possui estrutura para tais ações, que são dever dos tutores.

PE Recife cadelasluz 3

Programa Animus

Há mais de dois anos, foi lançado pela UFRPE o Programa Animus, por meio do qual há orientação à comunidade universitária e à sociedade acerca das consequências do abandono, crime previsto pela Lei de Crimes Ambientais nº 9.605. Por meio de cartazes, faixas e orientação de servidores sobre a ilegalidade da prática, a Universidade procura coibir a atitude.

Ainda segundo a instituição, é possível que as pessoas denunciem os abandonos através da Ouvidoria institucional, (81) 3320- 6015 / [email protected], ou pela prefeitura do Recife, através do número (81) 3355-8371. É possível ainda entrar em contato diretamente com as autoridades policiais.

Fonte: JCOnline

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.