Cães ‘cozinhados’ vivos depois de ficarem presos em carro durante horas

Cães ‘cozinhados’ vivos depois de ficarem presos em carro durante horas

O dono declarou-se culpado pela morte dos três cães.

Por Inês Esparteiro Araújo

Os três cães Daisy, Mitch and Rascal morreram devido ao calor depois de terem sido deixados pelo seu dono num carro durante horas. Conta o Metro que o homem de 65 anos declarou-se culpado pela morte dos arnimais quando acusado pelo Animal Welfare Act.

Quando saiu do ginásio e voltou para o carro, dois dos cães já tinham morrido e, apesar dos esforços, o terceiro acabou também por falecer.

“Os cães ficaram sozinhos no carro durante horas. Antes de morrerem, devem ter sofrido bastante”, disse o investigador a cargo do caso. Após autópsia, os médicos comprovaram mesmo que os cães tinham morrido devido à exposição ao calor.

Perante um juiz no tribunal de Peterborough, no Reino Unido, Theobald admitiu a culpa e irá conhecer a sua sentença no dia 28 de setembro.

Fonte: Notícias ao Minuto  / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.