Cães da população em situação de rua recebem atendimento em Porto Alegre, RS

Cães da população em situação de rua recebem atendimento em Porto Alegre, RS

Por Salete Teixeira e Roberta Amaral

A Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda) e a Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) iniciaram um trabalho com animais de moradores de rua. Uma vez por semana, uma equipe da Seda faz plantão no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop 1) para, num primeiro momento, vermifugar e vacinar cães e gatos e, depois, esterilizá-los.

Entretanto, chamou a atenção o número de cães de moradores de rua já esterilizados. Dos cinco que receberam atendimento na última semana, quatro já haviam passado pelo procedimento cirúrgico. “Moramos na rua, mas cuidamos dos animais. Eles estão sempre junto quando as pessoas fingem que a gente não existe”, disse o morador de rua Gilmar Rocha, que ainda sonha em voltar para Santana do Livramento, sua cidade natal.

Centro POP – É um Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua que promove atendimento social com equipe multidisciplinar para adultos, idosos e famílias em situação de rua, de forma individualizada e coletiva, propondo aos usuários encaminhamento junto a rede de serviços.

Nesta segunda-feira, 28, o Centro Pop 1 recebeu a visita de veterinários da Seda, para tratar dos cães da população em situação de rua. A medida faz parte do Plano Municipal de Enfrentamento à Situação de Rua, que pretende promover a qualidade de vida e reduzir riscos sociais da população adulta em situação de rua de Porto Alegre, de forma transversal, intersetorial e integrada, buscando a garantia dos direitos humanos fundamentais.

Os cães de estimação fazem parte da vida de muitos usuários do Centro Pop 1, que atualmente atende 60 pessoas por dia. Cristiano Ferreira é um dos usuários do local. Ele vive na rua com sua fiel companheira, a cadela Ione. Vacinada e castrada, a cachorrinha protege o dono de noite, e não deixa ninguém chegar perto. Cristiano retribui o carinho, mantendo a carteira de vacinação de Ione em dia, e reconhece a importância do trabalho dos técnicos da Seda como forma de manter a saúde dos animais.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.